O presidente brasileiro, Jair Messias Bolsonaro, que está em viagem oficial aos Estados Unidos, concedeu uma entrevista a Shannon Bream, apresentadora da Fox News. A entrevista foi transmitida na madrugada desta terça-feira (19) no Brasil.

Shannon Bream encontrou Bolsonaro na Blair House, onde está hospedado em Washington, e tocou em vários assuntos. O presidente respondeu questionamentos que vão desde o polêmico vídeo postado por ele em seu Twitter até a questão da Venezuela.

Ao longo da conversa, Bolsonaro não escondeu a admiração que tem pelo presidente Donald Trump e demonstrou apoio ao tão falado muro que separa México dos Estados Unidos.

Para o presidente do Brasil, as políticas restritivas adotadas por Trump são nada mais do que uma medida de preservação da democracia. "A grande maioria dos potenciais imigrantes não tem boas intenções", disse Jair. Segundo ele, esses imigrantes não pretendem fazer bem à população dos Estados Unidos.

Jornais brasileiros e fake news

Em relação aos jornais brasileiros, Bolsonaro disse que muitas de suas falas são veiculadas sem o devido contexto. Ademais, o presidente acusa parte da mídia brasileira de produzir fake news e diz que, depois do advento das redes sociais, a população já não acredita mais nesse tipo de jornalismo.

Sobre o vídeo postado em sua conta do Twitter, durante o Carnaval, o presidente brasileiro explicou que acredita nos princípios, nas tradições e nos costumes da família tradicional. Por esse motivo, ele crê que deve haver respeito a esses princípios. Ao entrar na questão sobre a Venezuela, o presidente disse que deseja a volta da democracia ao país. Os Estados Unidos, no entanto, trabalham com todas as alternativas possíveis, inclusive uma opção militar. Já Bolsonaro afirmou que pretende se ater apenas às opções possíveis dentro da diplomacia.

Vai ficar por fora de assuntos como este?
Clique no botão abaixo para se manter atualizado sobre as notícias que você não pode perder, assim que elas acontecem.
Jair Bolsonaro Curiosidades

Questionado sobre o caso do assassinato da ex-vereadora Marielle Franco, o presidente disse não possuir qualquer relação com milícias. Além disso, Bolsonaro negou possuir ligação com os dois acusados pelo crime. Élcio Queiroz e Ronnie Lessa foram denunciados pela morte de Marielle e do motorista Anderson Gomes. Apesar das discussões nas redes sociais, a polícia não trabalha com a hipótese de qualquer tipo de relação entre Bolsonaro e o assassinato.

Cabe lembrar que, durante a visita aos Estados Unidos, o presidente Jair Bolsonaro deixou preparado um decreto, publicado na última segunda-feira (18), isentando os americanos e outras três nacionalidades de visto para a entrada no país.

O decreto passa a valer em junho.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo