O juiz federal Marcelo Bretas, da 7ª Vara Criminal do Rio de Janeiro, decretou a prisão do ex-presidente Michel Temer nesta quinta-feira (21). Responsável pela Operação Lava Jato no Rio, Bretas declarou em despacho que a prisão de Temer é "convincente". Além do mais, o juiz disse que Temer é o "líder da organização criminosa" que atua há 40 anos no Rio de Janeiro.

O documento da prisão preventiva de Temer foi assinado há dois dias por Marcelo Bretas, porém a prisão só ocorreu nesta quinta (21).

Publicidade
Publicidade

A operação foi batizada de Descontaminação e tem como alvo Michel Temer, Moreira Franco, João Baptista Lima Filho, Maria Rita Fratezi, Carlos Alberto Costa, Carlos Alberto Costa Filho, Carlos Alberto Montenegro Gallo e Vanderlei de Natalle. Na prisão temporária os alvos foram: Carlos Jorge Zimmermann e Rodrigo Castro Alves Neves.

Os crimes apurados são de peculato, lavagem de dinheiro e Corrupção. A polícia aponta pagamentos ilícitos determinados por José Antunes Sobrinho para o grupo liderado por Michel Temer.

Conforme acordo de delação premiada na Justiça, foi notado um sofisticado esquema ilícito de pagamento de propinas para empresas, entre elas a Argeplan, Engevix e AF Consult. Até o momento, o processo que envolve Michel Temer está sob segredo de Justiça.

A residência da filha de Temer, Maristela Temer, também foi alvo de busca e apreensão. Empresas ligadas aos investigados também estão sendo averiguadas.

Ex-governador do Rio Moreira Franco também foi preso

Moreira Franco é o quinto governador do Rio de Janeiro preso pela Polícia Federal em menos de três anos.

Publicidade

O ex-ministro é um nome forte no MDB do Rio. Sua carreira se iniciou em 1974, tendo mais de 120 mil votos para deputado federal, um recorde na época.

Quando Michel Temer assumiu a liderança do governo, Moreira Franco atuou como secretário-geral da Presidência da República e secretário-executivo do Programa de Parceria de Investimentos. O político também é considerado um dos principais conselheiros de Temer

Leia tudo