De acordo com informações da Folha de S.Paulo, aliados relataram que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, preso na Superintendência da PF, em Curitiba, teria "desabado" ao receber a notícia do chefe de custódia sobre a morte do seu neto, Arthur Araújo Lula da Silva. O garoto foi vítima de meningite meningocócica e faleceu nesta sexta-feira (1º), em Santo André. Lula foi autorizado a ir ao enterro da criança.

Segundo aliados, o petista era muito ligado ao menino e tinha em sua cela uma foto da criança.

Publicidade
Publicidade

Lula chorou aos soluços quando soube da notícia e disse que aquela não seria a lógica da vida. Com a foto do menino nas mãos, o petista estava arrasado. Amigos e advogados disseram estar preocupados com o ex-presidente e consideraram este como o golpe mais duro sofrido por ele desde o dia em que foi preso, em 7 de abril do ano passado.

A direção da carceragem da PF autorizou que Gleisi Hoffmann, presidente do PT, entrasse na cela de Lula para tentar consolá-lo.

Publicidade

Foi uma exceção diante de uma notícia trágica que deixou o ex-presidente inconsolável. Advogados também foram autorizados a conversar com Lula.

Segundo a reportagem da Folha, o menino morou com Lula por um tempo e foi por duas vezes visitá-lo na cadeia. Numa dessas vezes, conforme os registros da PF, o garoto teria ficado o dia inteiro com o avô.

Pedido de Lula

O ex-presidente pediu para que não houvesse nenhum tipo de ato político no velório da criança.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Lula

O temor era que a Justiça impedisse ele de dar adeus ao neto. Vale ressaltar que, recentemente, Lula perdeu o seu irmão Genival Inácio da Silva, conhecido como Vavá. O petista não foi autorizado pela Justiça do Paraná a ir no enterro em decorrência de protesto e manifestações que poderiam acontecer e proporcionar insegurança para todos. O Supremo interveio e autorizou a ida do petista, entretanto, Vavá já estava sendo sepultado e Lula desistiu de ir.

Notícia

Para todos os aliados que tentavam consolá-lo, Lula disse, por várias vezes, que quando o chefe de custódia chegou para dar a notícia, ele imaginava que algo teria acontecido com algum de seus familiares. No entanto, jamais poderia projetar que foi o seu neto de sete anos que faleceu.

O policial Jorge Chastallo Filho foi quem levou a notícia trágica ao ex-presidente. O prédio em que o petista está preso passa por dedetização e haviam poucas pessoas trabalhando.

Publicidade

Conforme informou O Globo, as visitas dos advogados estavam restritas e, por essa razão, o policial foi quem levou a notícia.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo