Na manhã desta terça-feira (13), foi anunciada pelo presidente do PSL (Partido Social Liberal), o deputado Luciano Bivar, a expulsão do deputado Alexandre Frota. Por unanimidade, o partido do presidente Jair Bolsonaro decidiu pela expulsão do parlamentar em uma reunião que aconteceu em Brasília.

Após ter se envolvido em várias polêmicas nas redes sociais e criticado Bolsonaro, Frota também se absteve na votação em segundo turno da reforma da Previdência.

Estas ações teriam incomodado vários nomes dentro do próprio partido, como a deputada Carla Zambelli (SP), que fez o pedido de expulsão do deputado. Segundo ela disse ao jornal O Globo, a situação de Frota no partido era insustentável. A expulsão de Frota do PSL não vai acarretar na perda do cargo de deputado e ele poderá procurar um outro partido.

Alexandre Frota sempre foi polêmico dentro das redes sociais, mas, ao que parece, as suas últimas opiniões vêm desagradando os internautas que apoiam o Governo.

Nos últimos dias, o deputado vem fazendo duras críticas nas redes sociais ao presidente, chegando a declarar que estava decepcionado com Bolsonaro. Isso se deve, segundo Frota, à falta de articulação que Bolsonaro anda tendo com os deputados. Frota também fez uma crítica ao fato de Bolsonaro indicar o próprio filho, o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), para a embaixada do Brasil nos EUA.

Além disso, mesmo sendo um dos principais deputados em articular a reforma da Previdência do PSL, Alexandre Frota decidiu se abster da a análise da proposta em um segundo turno, contra a orientação do PSL.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Jair Bolsonaro Governo

De acordo com o G1, Frota disse que acredita que o pedido tenha partido do próprio Bolsonaro por ele ter dito que estava decepcionado e ainda, ter dito que achava errado indicar o próprio filho como embaixador. Segundo o deputado, ele se surpreendeu com essas mudanças.

Segundo Luciano Bivar, Frota entrou em um desalinhamento com o PSL por começar a ofender o presidente e integrantes do próprio partido. Já o senador Major Olímpio (PSL-SP), outro desafeto de Frota, disse estar satisfeito com o partido após a decisão.

O destino incerto

Após a expulsão nesta terça-feira (13), Frota recebeu convite para se filiar ao DEM (Democratas), segundo foi confirmado pelo presidente do partido, ACM Neto, ao jornal O Globo. ACM Neto disse que o convite já tinha sido feito na semana passada e ainda se mantém com a expulsão do parlamentar, entretanto, Alexandre Frota ainda não respondeu ao convite.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo