Logo depois do anúncio do corte de verba da Noruega para o fundo de preservação da Amazônia, o presidente Jair Bolsonaro (PSL), fez duras críticas ao país nórdico. A Noruega, vai deixar de repassar cerca de 300 milhões de coroas norueguesas, que dão em reais, cerca de R$ 132,6 milhões para combater o desmatamento na região amazônica. Bolsonaro criticou o país e falou que a Noruega seria aquela que mata baleias lá no Polo Norte: “A Noruega não é aquela que mata baleia lá em cima, no Polo Norte, não?". Ainda afirmou, que o país nórdico explora petróleo na mesma região e que não tem nada a dar exemplo.

O presidente reforçou o seu posicionamento nesta sexta-feira (16). Segundo o jornal "O Dia", Bolsonaro disse que o governo da Noruega deveria dar o dinheiro, que foi cancelado, à chanceler da Alemanha, Angela Merkel, para reflorestar o seu país. Tanto a Alemanha, quanto a Noruega, são responsáveis por 99% dos repasses (doações) para o Fundo da Amazônia, que é um órgão que financia ações de preservação ambiental.

A Alemanha, no final de semana passado, anunciou o congelamento das doações do Fundo de 25 milhões de euros, seria cerca de R$ 155 milhões de reais que eram para ser usados também em diversos projetos na área ambiental do Brasil. Quando soube, o presidente Bolsonaro, ficou surpreso e disse que o país de Merkel não é nenhum exemplo para o mundo na área ambiental.

Perguntado se ele não ficava preocupado com a imagem do Brasil internacionalmente depois desses bloqueios feitos pela Alemanha e Noruega, Bolsonaro disse que não. Ele disse que a imagem péssima que o país tinha seria ser subserviente a essas potências. E continuou dizendo que a Alemanha e a Noruega, não estão preocupados com a Amazônia e sim, em querer a soberania e as “riquezas” do Brasil.

Bolsonaro disse, que já dizia isso desde quando era deputado na Câmara desde 1991. Ele afirma, que o Brasil tem “coisas” na Amazônia que o resto do mundo não tem e estão querendo isso.

O presidente ainda lembrou acerca das conversas que teve durante a reunião do G-20 com a chanceler e também com o presidente da França, Emmanuel Macron.

Bolsonaro disse que foi muito prazeroso chegar no G-20, representando a nação sem nenhuma dívida com ninguém, e poder dizer o que tinha para falar de forma educada com Merkel e Macron que a nação brasileira "está sob uma nova direção".

O Fundo da Amazônia

O Fundo da Amazônia foi criado em 2008, já recebeu R$ 3 bilhões de reais em doações e tem financiado vários projetos de estados, municípios e também, da iniciativa privada para um desenvolvimento da Amazônia. Juntas, a Noruega e a Alemanha doam mais de 90% do fundo, que tem a administração do BNDS (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social).

De acordo com o "G1", na última quinta-feira (15), o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, disse que estão discutindo as regras do fundo e afirmou que não se surpreendeu com o corte de verba da Noruega.

Siga a página Jair Bolsonaro
Seguir
Siga a página Polícia
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!