O então candidato à presidência da República Jair Bolsonaro (PSL) prometeu doar cerca de R$ 2 milhões de sua verba parlamentar como deputado federal pelo Rio para a Santa Casa de Misericórdia de Juiz de Fora (MG). A doação do recurso estaria relacionada ao gesto de agradecimento de Bolsonaro à agilidade da equipe médica do hospital, que foi considerada fundamental para que a vida dele fosse salva.

Entretanto, quase um ano após o atentado, a diretoria do hospital afirma que até o momento não recebeu nenhum centavo referente ao montante prometido por Bolsonaro.

Na última terça-feira (27), por meio de uma nota enviada à imprensa, a direção da Santa Casa de Misericórdia de Juiz de Fora disse acreditar que o dinheiro será depositado até o final do ano, pois afirma que os prazos para o recebimento das emendas estão dentro do esperado.

Ainda de acordo com informações, o deficit do hospital em 2017 foi de R$ 27,1 milhões. Por ser impositiva, o Governo é obrigado a executar a emenda até o final do ano.

O ataque a faca

O atentado contra a vida do presidenciável ocorreu enquanto Jair Bolsonaro passava carregado nos braços da multidão no parque Halfeld, no centro do município de Juiz de Fora. Foi neste instante em que o agressor Adélio Bispo se aproximou e desferiu uma facada no abdômen do candidato.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Lava Jato Jair Bolsonaro

Após dar entrada no hospital, a equipe médica constatou uma perfuração em uma veia na região abdominal e iniciou um procedimento cirúrgico de duas horas. Após a cirurgia, Bolsonaro foi transferido para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI), onde permaneceu por uma noite até ser transferido para o hospital Albert Einstein, em São Paulo.

Segundo informações da tabela do Sistema Único de Saúde (SUS), o atendimento custou aos cofres do governo federal em torno de R$ 1.090,00, destes R$ 370,00 foram destinados à equipe médica.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo