A Casa Legislativa está passando por várias polêmicas e a última foi envolvendo o deputado do PSL Coronel Tadeu (PSL-SP), que destruiu o painel da exposição comemorativa da consciência negra. Exatamente no mesmo local, segundo finormações do jornal Estado de São Paulo, a deputada do PT, Maria do Rosário (RS) chamou a Polícia Legislativa nesta ultima quarta-feira (20), na parte da noite, porque estava fotografando o local aonde estava o painel quebrado. Porém, no momento das fotos, foi hostilizada e chamada de “vagabunda” por uma blogueira ligada ao deputado federal Daniel Silveira (PSL-RJ).

Daniel Silveira ficou conhecido ao rasgar uma placa de rua com o nome da vereadora que foi assassinada, Marielle Franco (PSOL-RJ).

A blogueira em questão se chama Tamires de Paula e ficou conhecida por outro acontecimento de fazer provocações e insultar chamando o deputado José Guimarães (PT-CE) de “Capitão Cueca” em um aeroporto em Brasília. Essas provocações foram por causa de acusações contra o assessor de Guimarães que foi flagrado com dólares na cueca.

Segundo informações do jornal "O Estado de São Paulo", o deputado do PSL, Daniel Silveira tentou retirar a blogueira do local, mas, a deputada Maria do Rosário o impediu, e chamou a Polícia Legislativa para tomar as devidas providências.

Sobre o Cartaz

Segundo o Estadão, no começo da noite da última quarta-feira (20), o presidente da Câmara dos Deputados Rodrigo Maia (DEM-RJ), tomou a decisão de recolocar o cartaz que faz parte da exposição contra o racismo que é realizada no parlamento. No cartaz, há uma charge mostrando um homem negro com a camisa da seleção brasileira morto, e um policial Militar se afastando com uma arma na mão e na arma saia fumaça, como se fez uso dessa arma.

Do lado da charge foi colocada uma outra placa dizendo, que a comunidade negra dentro da Câmara sabe que a charge não representa toda a corporação e respeita os policiais que não colaboram para essa estatística e trabalha a favor do povo. "A bancada negra sabe que essa charge não representa toda a corporação e respeita os policiais que não corroboram para essas estatísticas e trabalham em prol do povo brasileiro", dizia a mensagem.

Os dizeres foram colocados graças a um acordo que firmaram entre a oposição e situação, assim, a imagem voltou a exposição.

A Polícia Legislação na Câmara disse que a blogueira Tamires de Paula está proibida de entrar no parlamento.

Siga a página Polícia
Seguir
Siga a página Governo
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!