O presidente Jair Bolsonaro fez exames de rotina no Hospital da Força Aérea Brasileira, em Brasília, nesta quarta-feira (8). A informação foi confirmada através de um comunicado liberado pela Secretaria de Comunicação do Palácio do Planalto.

Bolsonaro deixou o Palácio do Planalto, sua residência oficial, por volta das 7h30, cumprimentou alguns apoiadores e seguiu para o hospital. Ele realizou os exames considerados de rotina e deixou o local por volta das 9h30.

Em 2018, o ainda candidato à presidência pelo PSL sofreu um atentato e foi golpeado com uma faca no abdômen no dia 6 de setembro.

De lá para cá ele toma medicamentos regularmente e já passou por quatro cirurgias em consequência do ataque.

"Eu fiz quatro 'cesáreas' do ano de 2018 para cá. Quatro 'cesáreas' enormes, quatro filhos do Adélio (Bispo)", afirmou Bolsonaro na última terça-feira (7), em Juiz de Fora, após ser questionado sobre seu estado de saúde, fazendo referência a seu agressor.

Atentado e vitória nas urnas

Durante a campanha eleitoral em setembro de 2018, o candidato pelo PSL (Partido Social Liberal) estava cumprindo sua agenda de compromissos na cidade de Juiz de Fora, em Minas Gerais, quando foi atingido por uma facada no abdômen.

Seu agressor, Adélio Bispo de Oliveira, de 40 anos, natural de Montes Claros, disse ter agido em nome de Deus.

Na reta final pela campanha eleitoral, o atentado impulsionou a popularidade do candidato, que venceu as eleições presidenciais no segundo turno, com 55,13% dos votos válidos, contra 44,87% de Fernando Haddad, candidado pelo PT (Partido dos Trabalhadores).

Suspeita de câncer de pele

Esta é a segunda vez em menos de 30 dias que Bolsonaro comparece ao Hospital da Força Aérea Brasileira (HFAB) em Brasília.

No último dia 11 de dezembro ele esteve no hospital para se consultar com um dermatologista e investigar um possível câncer de pele localizado na orelha.

Na ocasião, Jair Bolsonaro revelou maiores detalhes sobre seu estado de saúde durante uma entrevista coletiva, relatando a possibilidade de ter câncer de pele e por este motivo uma checagem mais minúsculas seria necessária para esclarecer os fatos.

Ao ser questionado sobre a gravidade do sinal na orelha, Bolsonaro informou que tem a pele muito clara e gosta muito de praticar atividades ao ar livre, como a pescaria, e por este motivo o câncer de pele é uma possibilidade que não poderia ser descartada.

Após a breve entrevista, a Secretaria de Comunicação Social revelou que o presidente apresenta boas condições de saúde e descartou a possibilidade de câncer, confirmando ainda que ele manteria sua agenda de compromissos normalmente.

Siga as suas paixões.
Fique atualizado.

"

Não perca a nossa página no Facebook!