O governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, usou uma de suas redes sociais para dizer que a cada dia os cariocas estão compreendendo melhor as ações de controle a respeito da proliferação da covid-19.

O governador chegou a lamentar a situação que o estado Rio de Janeiro está vivendo, e informou que é triste ver as ruas da cidade vazias, as lojas fechadas e as praias vazias. Wilson Witzel não deu uma previsão de normalidade. Ele apenas estendeu os dias de quarentena.

Medidas para evitar a proliferação da covid-19

Quando surgiu os primeiros casos da covid-19 no estado do Rio de Janeiro, o governador Wilson Witzel informou que todos os comércios deveriam permanecer fechados até que situação fosse controlada.

Além dos comércios, os restaurantes também tiveram que fechar as portas ao público, mas poderão continua funcionando por delivery. Os comerciantes que resolveram descumprir as normas, poderão ser penalizados com multas e até mesmo com prisões.

O Sambódromo, que é o lugar onde ocorre os desfiles das escolas de samba, será usado para abrigar moradores de rua do estado. Pelo fato do vírus estar evoluindo a cada dia no estado, o governador informou que os moradores deverão sair das ruas.

Além do Sambódromo, o estádio do Maracanã receberá uma obra para que um hospital seja implantado. O objetivo é melhorar o atendimento para as pessoas que tiverem suspeitas do vírus e até mesmo vítimas da covid-19.

Essa e outras medidas estão sendo adotadas pelo Governo de Wilson Witzel.

Em uma de suas últimas entrevistas, o governador informou que irá punir as pessoas que descumprirem com a nova medida de quarentena. Os locais públicos como: praias, lagos ou cachoeiras ficaram suspensos para o uso da população. Em meio à pandemia, quem descumprir as ordens e permanecem nos lugares mencionados, poderão ser presos por policiais militares.

Um apoiador do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) questionou a atitude do governador do Rio de Janeiro e pediu para que o presidente se posicionasse sobre o respectivo assunto. ''Virou ditadura?'', questionou Bolsonaro sobre as medidas autoritárias de Wilson Wiztel mediante a proliferação da covid-19 no estado.

Sintomas da covid-19

O Ministério da Saúde informa os primeiros sinais do contágio são: tosse seca e dificuldade para respirar. Apesar de ser uma medida prioritária para quem possui mais de 60 anos, o contágio da covid-19 pode atingir a todos. Por isso, medidas de prevenção são divulgadas todos os dias por profissionais da área da saúde.

É aconselhável evitar lugares de aglomeração, tendo como exemplo: mercados e festas. Além disso, a higienização das mãos é um fator essencial para evitar o contágio da covid-19.

Siga a página Coronavirus
Seguir
Siga a página Política
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!