O deputado federal Eduardo bolsonaro (PSL-SP) foi citado e exposto pelo ex-deputado e ativista Jean Wyllys pelas redes sociais. De acordo com informações fornecidas pela revista Fórum, o ativista teria ficado incomodado com a postura de Eduardo Bolsonaro após ele ter atacado a classe LGBT.

Pelo Twitter, Jean Wyllys digitou comentou o caso. Além das críticas a Eduardo Bolsonaro, o ativista ainda escreveu outras publicações criticando a atuação do atual presidente da república, Jair Bolsonaro (sem partido), a respeito da forma que ele se posiciona a respeito da pandemia do novo coronavírus.

Até o fechamento dessa matéria, a postagem de Jean Wyllys conta com 2.164 curtidas e quase 400 comentários. Muitos internautas que acompanham o ex-deputado federal comentaram a favor das palavras proferidas por ele. Por outro lado, muitos apoiadores do atual Governo criticaram a atitude do ativista. O caso continua gerando polêmica nas redes sociais, e muitos veículos de informação estão dando ênfase ao caso.

Eduardo Bolsonaro ainda não se posicionou sobre as críticas de Jean Wyllys.

Deputado federal e outros problemas

Além dos problemas envolvendo o ex-parlamentar Jean Wyllys, Eduardo Bolsonaro também foi criticado pela deputada federal Joice Hasselmann. De acordo com algumas informações, Eduardo Bolsonaro teria usado o Twitter para informar que o marido de Joice teria recebido cerca de R$ 5 milhões com um contrato realizado com o atual governador do estado do Rio de Janeiro, Wilson Witzel.

Diante disso, a deputada respondeu. “Hoje eu e meu marido fomos atacados com mentiras por canalhas que, por falta de argumentos, partem para o jogo sórdido das falácias, como é característico dessa gente mau-caráter", disse.

Além da deputada federal, Bolsonaro também está se envolvendo em outros problemas ao defender o pai, que é o atual presidente da República.

Dias atrás, o deputado usou novamente as redes sociais para responder as críticas feitas pelo ex-presidente Luiz Lula Inácio da Silva (PT), após o petista informar que o atual chefe do Executivo não estaria tomando as providências coerentes para coibir o avanço do novo coronavírus no Brasil.

Eduardo Bolsonaro usou o Twitter e postou diversas que não foram feitas no governo petista em prol da saúde do Brasil. Lula, no entanto, não respondeu os ataques feitos por Eduardo.

Siga a página Coronavirus
Seguir
Siga a página Jair Bolsonaro
Seguir
Siga a página Política
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!