O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) voltou a se pronunciar após sofrer criticas ao afirmar que não tinha oq ue fazer a respeito do aumento de mortes em razão do novo coronavírus. Bolsonaro ainda mencionou o atual governador de São Paulo, João Doria.

"Imprensa tem que perguntar para o Doria porque mais gente está perdendo a vida em São Paulo. Não adianta a imprensa botar na minha conta. A minha opinião não vale, o que vale são os decretos de governadores e prefeitos", argumentou o presidente durante uma nova coletiva de imprensa na manhã desta quarta-feira (29).

Ainda na entrevista, Bolsonaro informou que o Governo federal está tomando medidas coerentes para distribuir insumos para a saúde pública.

Críticas a Bolsonaro

O presidente vem sendo bastante hostilizado por alguns políticos após se pronunciar a respeito da nova doença no país. Nas últimas horas, o ex-presidente Lula se pronunciou sobre o fato através do seu Twitter. O petista entende que Bolsonaro deveria deixar o cargo de presidente, já que muitos problemas não estão sendo solucionados por ele nesse momento de pandemia do novo coronavírus.

''Essa falta de respeito do Bolsonaro às vítimas do coronavírus e aos seus familiares mostra o quanto precisamos discutir a mudança desse governo'', comentou o pestista. Lula ainda informou que Bolsonaro não está preocupado com a saúde da população brasileira e nem com a atual economia do país.

Em outras postagens, Lula continua informando que o governo não está tomando soluções cabíveis para combater o novo coronavírus.

De acordo com informações do Ministério da Saúde, nesse período de pandemia, foram registradas mais de 5 mil mortes. A maioria das mortes está concentrada no estado de São Paulo.

Siga a página Jair Bolsonaro
Seguir
Siga a página Governo
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!