Com a saída do ex-juiz federal Sergio Moro do cargo de ministro da Justiça e Segurança Pública, uma pesquisa foi realizada no dia 24 de abril, a qual mostrou que 65% das pessoas acreditam que houve interferência do atual presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), no Ministério da Justiça.

A pesquisa foi realizada pelo instituto Ideia Big Data para o site BR Político, onde alguns entrevistados respondiam, por telefone, se Bolsonaro teria ou não interferido nos inquéritos do Ministério da Justiça. Dentre os entrevistados, 1.615 pessoas informaram que acreditam ter havido interferência de Bolsonaro, totalizando 65%.

Os outros 35% foram de pessoas que acreditaram que não houve interferência política. A margem de erro do levantamento é de 2,5 pontos para mais ou para menos.

Sergio Moro, após sair do Governo, tem se posicionado em suas redes sociais a respeito de ações realizadas pelo atual presidente da República. O ex-juiz federal expôs conversas pessoas com Bolsonaro no WhatsApp, onde o chefe do Executivo cobrava mudanças no comando da Polícia Federal.

Motivos sobre saída de Sergio Moro

Após Sergio Moro sair do governo, muitas especulações foram criadas a respeito disso. Alguns especialistas informaram que a demissão do diretor-chefe da Polícia Federal, Maurício Valeixo, poderia ter sido um dos motivos, tendo em vista que ele fazia parte da equipe de Moro enquanto exercia suas funções políticas de juiz federal.

Sobre sua saída, Sergio Moro informou que já não estava satisfeito com as mudanças realizadas por Bolsonaro em relação à troca de pessoas no governo. Além de Maurício Valeixo, o ex-juiz federal se referiu indiretamente a respeito da demissão de Luiz Henrique Mandetta, que assumia o cargo de ministro da Saúde.

Presidente da República

A respeito da troca de pessoas em seu governo, Bolsonaro disse durante alguns pronunciamentos que possui total autonomia para mudar qualquer pessoa que não esteja contribuindo para o bem-estar da população brasileira.

Bolsonaro ainda chegou a afirmar que novas pessoas de seu governo poderão ser substituídas.

O chefe do Executivo disse também que quer um governo limpo e 100% honesto para com a população brasileira.

Coronavírus

Além dos problemas envolvendo alguns parlamentares, Bolsonaro tem encontrado dificuldades para contornar os problemas acometidos e que envolvem a pandemia do novo coronavírus.

Siga a página Sergio Moro
Seguir
Siga a página Governo
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!