Neste último sábado (9), o ex-deputado federal e presidente do PTB, Roberto Jefferson, usou as redes sociais para se posicionar sobre os atuais problemas do país e citou o presidente Jair Bolsonaro, pedindo que o chefe do executivo proceda alterações polêmicas na estrutura do país, que, em alguns casos, iriam contra a Constituição de 1988.

Surpreendendo a todos os seguidores, Roberto Jefferson publicou uma foto com um fuzil em seu Twitter, afirmando que irá lutar para combater o comunismo e os traidores da Pátria. ''Estou me preparando para combater o bom combate. Contra o comunismo, contra a ditadura, contra a tirania, contra os traidores, contra os vendilhões da Pátria.

Brasil acima de tudo. Deus acima de todos'', dizia a postagem. Pelos comentários, muitos apoiadores do atual Governo foram favoráveis às palavras escritas pelo político.

Horas depois, Roberto Jefferson fez uma nova publicação em sua rede social e citou o presidente Jair Bolsonaro. Para o político, o chefe do executivo deveria ir contra a Constituição Federal e boicotar algumas emissoras de televisões que vão em desacordo com o governo.

A publicação está tomando uma certa repercussão, quando já foram registrados cerca de 21 mil curtidas e mais de 10 mil comentários. Muitos internautas concordaram com as criticas feitas pelo político.

Bolsonaro, passeio e criticas de parlamentares

No dia em que o país registrou mais de 10 mil mortes em relação ao contágio do coronavírus, o presidente deixou o Palácio da Alvorada e usou parte do dia para fazer um passeio de jet ski no lago Paranoá.

Em um vídeo, gravado por uma mulher desconhecida, Bolsonaro é mostrado pilotando a moto aquática ao lado de um possível segurança.

Questionado por alguns apoiadores sobre o coronavírus, Bolsonaro informou que 70% da população brasileira irá ser infectada com a doença e disse que não teria o que fazer para coibir o contágio da doença.

Depois da breve explicação, o chefe do executivo deixou o local e ainda aproveitou alguns minutos a mais de lazer no lago Paranoá. Pelas redes sociais, muitos internautas criticaram a posição de Bolsonaro referente à proliferação da doença no país.

Pelas redes sociais, muitos parlamentares estão criticando a posição do presidente da república em relação a pandemia do novo coronavírus. O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) participou de uma entrevista a uma rádio de Belém e informou que Bolsonaro não estaria fazendo um bom governo, quando chegou a intitular isso como ''papel ridículo''.

Siga a página Governo
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!