O governador do estado do Rio de Janeiro, wilson witzel (PSC), publicou um vídeo em uma de suas redes sociais nesta última sexta-feira (01), e argumentou sobre as decisões que o atual presidente, Jair Messias Bolsonaro (sem partido), estaria tomando diante da proliferação do novo coronavírus.

Durante o vídeo que teve a duração de 3 minutos, Wilson Witzel se manifestou sobre o dia do trabalhador, informando que "esse momento de quarentena está sendo bastante difícil" e também argumentou sobre Bolsonaro, onde se desculpou em apoiar as decisões do presidente da República.

''Erramos. Escolhemos um presidente que é irresponsável, que não entendeu a responsabilidade do cargo que ocupa.

Ele, hoje, só pensa nas eleições de 2022 e não exerce aquilo que esperávamos que ele exercesse, que é governar, fazer as reformas necessárias que o Brasil precisa", argumentou Wilson Witzel durante seu pronunciamento por meio das suas mídias sociais.

Wilson Witzel e Bolsonaro

Em 2018, o até então juiz federal Wilson Witzel era aliado ao também candidato Jair Bolsonaro. No período eleitoral, ambos os candidatos realizavam campanhas nas ruas e até mesmo chegaram a participar de pronunciamentos. Bolsonaro conseguiu vencer a disputa presidencial e Witzel também conseguiu ganhar as eleições para o Governo do Rio de Janeiro.

Desde a posse dos respectivos mandatos, ambos começaram a se 'alfinetar' pelas redes sociais, por conta de uma decisão diferenciada a respeito do coronavírus, onde Bolsonaro informa que os trabalhos devem retomar, Witzel se posiciona ao contrário, informando que é necessário o isolamento social.

Witzel e coronavírus

Por conta da pandemia presente no estado do Rio de Janeiro, o governador surpreendeu a todos os cariocas ao anunciar que havia sido contaminado com o coronavírus. Mesmo doente, o governador continua sendo presente nas decisões políticas referentes aos problemas do estado.

Já que não é possível sair de casa, Wilson Witzel se manifesta através das suas mídias sociais, onde argumenta sobre quais decisões serão tomadas referente ao coronavírus e outros problemas.

Bolsonaro

Nessas últimas semanas, o atual chefe do executivo tem sofrido bastante hostilização por conta de alguns parlamentares. Isso é devido, de acordo com informações, pelo fato do parlamentar se impor aos problemas referentes a pandemia da doença.

Indo contrário aos demais presidentes mundiais, Bolsonaro informa que é necessário a retomada das atividades profissionais, tendo em vista que a economia brasileira poderia ser prejudicada.

Por conta disso, além de alguns parlamentares, muitos brasileiros estão se posicionando contrário as atitudes do presidente.

Siga a página Jair Bolsonaro
Seguir
Siga a página Governo
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!