Nesta quinta-feira (23) uma cena de Jair Bolsonaro (sem partido) chamou a atenção dos repórteres fotográficos que acompanhavam as movimentações do presidente no Palácio da Alvorada.

Após ser bicado por uma ema há alguns dias e repercutir nas redes, rendendo a produção de milhares de memes, o chefe do Executivo aparece agora mostrando uma caixa de cloroquina para as vizinhas aves que vivem no jardim.

Cloroquina e as emas

Diagnosticado com o novo coronavírus no último dia (7), Jair Bolsonaro é defensor incansável da medicação no tratamento de Covid-19. Desde que recebeu o resultado positivo, o presidente mostra em suas lives a medicação, inclusive os momentos em que faz o uso, afirmando que está dando muito certo para ele.

No último domingo (19), Jair Bolsonaro furou o isolamento para conversar com seus apoiadores e ergueu uma caixa da medicação hidroxicloroquina ao alto, atitude que também causou grande repercussão na web.

O ato realizado pelo presidente foi comparado à cena onde Simba é apresentado após seu nascimento no filme "O Rei Leão". Já outros compararam o gesto como um culto religioso. Agora, para finalizar a apresentação oficial da cloroquina, Jair Bolsonaro a exibe para as emas que vivem no Palácio do Planalto.

Como podemos imaginar, a cena repercutiu de imediato na internet e gerou uma explosão de memes no Facebook e Instagram, e milhares de tuítes, inclusive de pessoas pedindo para que a medicação de Bolsonaro seja trocada com urgência.

A medicação não tem comprovação científica e, inclusive, já foi orientada pela SBI (Sociedade Brasileira de Imunologia) para que seja retirada com urgência de qualquer fase do tratamento na contaminação pelo novo coronavírus.

Ações como proibir a compra sem receita médica foram tomadas pelas autoridades para que não haja auto-medicação e que não falte a medicação nas farmácias para quem realmente necessita.

Passeio

Não bastasse a apresentação inusitada da medicação para as emas da Alvorada, o presidente da República foi flagrado, também na tarde de ontem, dando um passeio de motocicleta nas redondezas da Alvorada.

Bolsonaro pilotava usando um capacete, porém, ao avistar garis trabalhando na limpeza do local, decidiu parar para bater um papo sem o uso da máscara de segurança determinada pelas instituições de saúde para evitar a propagação do vírus.

Pandemia

Nesta quinta-feira, o Brasil ultrapassou a marca de 84 mil pessoas mortas pela Covid-19, registrando o segundo dia desde o início da pandemia com maior número de mortes, contabilizando 1.317 óbitos em 24 horas.

Siga a página Jair Bolsonaro
Seguir
Siga a página Governo
Seguir
Siga a página Opinião
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!