O resultado da eleição para presidente dos Estados Unidos ainda não está definido, mas o democrata Joe Biden, 78 anos, segue na frente com 238 votos dos delegados do Colégio Eleitoral. Donald Trump, 74 anos, conseguiu até agora 213 votos.

O sistema eleitoral americano é diferente de outros países. Nem sempre quem consegue a maioria dos votos populares é eleito presidente dos Estados Unidos. Para conseguir vencer as eleições, é necessário ganhar a maioria dos votos dos delegados do Colégio Eleitoral.

Cada estado americano tem uma quantidade de votos proporcional à sua população. Um exemplo é a Califórnia, que com seus 39,51 milhões de habitantes, conta com 55 representantes no Colégio Eleitoral dos Estados Unidos.

Com expectativas em Biden, Bolsa de Nova York fecha em alta

Com expectativa na vitória do democrata Joe Biden, a Bolsa de Nova York fechou a terça-feira em alta. O Dow Jones Industrial Average, por exemplo, registrou fechamento em alta de 2,06%. A Nasdaq também fechou em alta de 1,85%.

A eleição acirrada com as pesquisas apontando para uma vitória de Biden nos dias que antecederam as eleições, despertou nos investidores a motivação pelo risco em um cenário de campanha presidencial considerada muito tensa.

Atriz brasileira faz campanha contra Donald Trump

A atriz brasileira Christine Fernandes, 52 anos, que tem cidadania americana, fez campanha contra a reeleição do presidente Donald Trump. Segundo o portal UOL, ela manifestou sua opinião contrária ao republicano através das redes sociais.

Christine Fernandes nasceu em Illinois, onde morou até os 3 anos. Em sua publicação, a atriz mostrou seu passaporte americano e declarou apoio ao candidato democrata. "Tire-o pelo voto", escreveu.

Ela atuou em novelas como "Páginas da Vida", na Record TV, e "A Favorita", na Globo. No ano passado fez uma participação especial em "Malhação: Toda Forma de Amar".

Eleitora de Biden diz que medo de perder faz Trump estimular violência

Eleitores democratas e republicanos defenderam seus candidatos durante todo o período eleitoral, principalmente no dia da eleição americana. De acordo com informações do colunista Kennedy Alencar, do UOL, uma eleitora de Joe Biden acusou Donald Trump de estimular a violência por causa de seu medo de perder.

Consultora política, Angela Quirino, 26 anos, disse que levou cinco minutos para votar. Ela justificou seu voto em Biden dizendo que os direitos humanos são mais importantes que o dinheiro e que todas as pessoas devem ser tratadas com dignidade.

Joe Biden perdeu esposa e filha em acidente

Os democratas poderão voltar ao comando dos Estados Unidos, caso Joe Biden seja confirmado vencedor. Ele foi vice-presidente de Barack Obama, de 2009 a 2016. Advogado de profissão, ele entrou para a história do país como o sexto senador mais jovem, eleito em 1972.

Uma tragédia familiar marcou a vida do democrata algumas semanas após sua eleição ao senado americano. A esposa e a filha de um ano de Biden morreram em um acidente automobilístico em Hockessin, Delaware.

Outros dois filhos do político conseguiram sobreviver.

Como senador, Biden atuou com foco nas leis sobre a proteção ao consumidor e questões ambientais, exigindo mais responsabilidade por parte do governo. Seu trabalhou ganhou destaque e em 1974 foi escolhido como uma das 200 Faces para o futuro pela revista Time.

Donald Trump é o 45º presidente dos Estados Unidos

Na eleição americana de 2016, Trump se tornou o 45º presidente dos Estados Unidos. Quando assumiu a presidência pela primeira vez em 2017, o republicano também se tornou o presidente mais velho da história do país.

Um dos homens mais ricos dos Estados Unidos, antes de ingressar na política, ele investiu em vários tipos de negócios, inclusive no setor do entretenimento, ao comandar o reality show "O Aprendiz", na NBC.

O republicano ganhou a simpatia de outros governantes, como o presidente brasileiro Jair Bolsonaro (sem partido) que nunca escondeu sua torcida pela vitória de Trump.

Segundo o jornal Correio Braziliense, Bolsonaro afirmou aos seus assessores que, caso o republicano vença, gostaria de ser o primeiro chefe de governo estrangeiro a felicitar o presidente dos Estados Unidos por sua reeleição.

Não perca a nossa página no Facebook!