Nesta véspera de Ano-Novo, o delegado Marco Aurélio de Paula Ribeiro deu uma coletiva de imprensa em que revelou a identidade de um homem suspeito de ser um dos participantes do atentado à sede da produtora do Porta dos Fundos. Seu nome é Eduardo Fauzi Richard Cerquise.

Procura-se

Já existe um mandado de prisão contra o homem, que ainda não foi localizado. Na coletiva, o delegado responsável pelas investigações afirma que a Polícia já visitou quatro endereços em busca do suspeito, dois desses endereços eram comerciais e os outros dois residenciais.

Na casa de Eduardo Fauzi na Barra da Tijuca foram encontrados uma arma falsa, computador, uma camisa de um grupo filosófico e político, além da quantia de R$ 119 mil.

Ribeiro ainda disse que os veículos usados no atentado foram monitorados pela polícia.

Segundo Ribeiro, foi possível chegar ao acusado por meio de imagens de câmeras de segurança. Cerquise fora flagrado pelas câmeras saindo de um dos veículos usados no ataque à sede do grupo humorístico e logo a seguir ele entrou em um táxi.

Marco Aurélio também garantiu que nenhuma linha de investigação está sendo abandonada. A polícia agora quer saber se o ato criminoso foi uma atitude isolada ou se houve o envolvimento de alguma organização. As investigações prosseguem e estão investigando quem são os outros homens que estiveram no ataque.

Fora

A Frente Integralista Brasileira apressou-se em soltar um comunicado em que informava que Eduardo Fauzi Richard Cerquise está fora dos quadros da organização.

A nota atribuída ao Conselho Diretivo Nacional do grupo integralista afirmava que a organização se viu obrigada a refletir sobre um cuidado maior e melhor formação dos integrantes do grupo.

Recapitulando

Um dia após o atentado, foi divulgado um vídeo de um grupo que se auto-intitulava como "Comando de Insurgência Popular Nacionalista da Grande Família Integralista Brasileira", que assumiu a autoria do ataque.

Na ocasião, a Frente Integralista Nacional havia afirmado que o grupo visto no vídeo era desconhecido da organização.

A nota dizia ainda que qualquer tentativa de associação da Frente Integralista com o atentado será repudiada.

A polícia afirmou que o homem foi reconhecido ao ser identificado por câmeras de segurança depois que ele retirou o capacete logo após a realização do ataque ocorrido no dia 24 de dezembro.

A polícia recorreu a mais de 50 câmeras de segurança do bairro para identificar Eduardo Fauzi Richard Cerquise.

Perfil violento

O delegado titular da 10ª DP (Botafogo) afirmou que o suspeito possui um perfil violento, tem livros sobre o islamismo e a religião cristã e é empresário de classe média alta.

Siga a página Famosos
Seguir
Siga a página Polícia
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!