A pandemia da Covid-19 aterroriza todo o planeta Terra, apesar de ter poder de letalidade relativamente baixo, sua capacidade de contaminação é altíssima, cresce exponencialmente, atingindo praticamente todos os continentes do mundo.

Surgiu em dezembro de 2019, na cidade de Wuhan na China, deixando um estatística devastadora de 50.000 infectados e 3.242 mortos, da Ásia se alastrou em pouco tempo para a Europa, África, Oceânia, Américas do Norte, Central e Sul.

O coronavírus, responsável pela disseminação assustadora da Covid-19, já contaminou mais de 271.000 pessoas em todo o mundo, das quais pelo menos 11.401 morreram.

Na Lombardia, região setentrional da Itália, a situação nos hospitais é caótica, nas províncias de Bérgamo e Cremona, não há aparelhos de ventilação respiratória, leitos e profissionais de saúde para atender o número alarmante de infectados, ocasionando um número bem maior de mortos do que na cidade chinesa de Wuhan, os cemitérios e crematórios italianos não estão conseguindo atender a demanda de mortos pela doença, sendo que as maiores vítimas são a população idosa, pessoas com doenças crônicas, médicos e enfermeiros.

No Brasil, deixando até o presente momento, um quadro nefasto de 1.033 enfermos e 18 mortos, segundo informações do Ministério da Saúde.

A pandemia atingiu nações desenvolvidas, como a China, Itália, França, Estados Unidos e Austrália, assim como países pobres da continente africano. As autoridades e líderes de todos os países estão conclamando que suas populações fiquem em casa, em estado de quarentena, evitem aglomerações, adotem hábitos de higiene de lavar frequentemente as mãos, procedimentos preventivos pra conter o avanço do vírus, causador da Covid-19.

Consequências

As consequências da pandemia da Covid-19 no mundo ainda são uma incógnita, haja vista que não está sob controle sua proliferação, nem há uma previsão exata de uma vacina para destruição do coronavírus.

O que é notório é que seus efeitos trágicos impactaram na vida social, econômica e profissional das pessoas em todo mundo.

Vários eventos esportivos, festas, comemorações já foram adiados ou cancelados, devido o estado de quarentena.

A economia mundial terá enormes perdas, pois as atividades agrícolas, comerciais, industriais e de turismo estão sofrendo uma queda bem grande na sua produtividade, as ações da Bolsa de Valores oscilarão grandes variações.

Fatores que poderão causar em um futuro próximo, principalmente nas nações menos desenvolvidas economicamente, desemprego, aumento dos índices inflacionários, escassez de alimentos e crescimento da desigualdade social, da violência urbana e criminalidade.

Não perca a nossa página no Facebook!