Depressão e ansiedade estão cada vez mais em evidência nesse momento. Estamos vivenciando dias difíceis diante de muitas incertezas, muitos questionamentos e, com tudo isso, às vezes é inevitável não ficarmos tristes e abalados. A depressão e a ansiedade sempre existiram, porém, ultimamente muitas pessoas têm apresentado essa sensação de medo e angústia com muito mais frequência.

Depressão e ansiedade

É muito importante a atenção aos sinais que o corpo e a mente transmitem a todo instante. Cuidar da Saúde mental é essencial para não permitir que doenças como a depressão e a ansiedade façam parte da nossa vida.

É muito importante saber identificar, desde o início, os sintomas da ansiedade para que não evolua para casos mais complexos que, se não forem tratados, podem se tornar uma depressão.

A depressão e a ansiedade caminham lado a lado e uma pode levar à outra. Somente os especialistas conseguem diagnosticar com precisão e, consequentemente, entender o que pode ter desencadeado para que a doença se desenvolvesse.

Nesse caso, é necessário uma análise muito mais profunda em que são estudadas as questões familiares e até mesmo experiências passadas.

Vale ressaltar que ambas as doenças precisam de tratamento longo e contínuo, além do auxílio médico requerido em casos de suspeita.

São diferentes

Embora a depressão e a ansiedade possam ser confundidas e até mesmo se apresentarem ao mesmo tempo, elas são diferentes e apresentam sintomas e tratamentos específicos, sendo de extrema importância o acompanhamento de um profissional especializado.

Tentar entender, principalmente quando uma pessoa próxima está sofrendo com alguma dessas doenças, é fundamental para que se possa buscar ajuda, logo no início, não agravando ainda mais o quadro.

Sintomas de ansiedade

Ansiedade é aquela sensação de "friozinho na barriga" que acontece quando estamos prestes a encontrar alguém que gostamos muito, ou aquele medo de não conseguir fazer uma boa prova e tirar nota baixa.

Tais sentimentos são comuns e fazem parte da nossa vida em determinados momentos e que, normalmente, não são prejudiciais.

Entretanto, quando esse sentimento é muito forte e intenso e ocorre com frequência, é necessário buscar ajuda médica.

Os principais sintomas são:

  • Tristeza;
  • Angústia;
  • Sofrimento por antecipação
  • Falta de ar
  • Dificuldade de concentração

Sintomas de depressão

Ao contrário do que muitos pensam, a depressão acompanha a humanidade ao longo de toda a sua história e não é uma doença contemporânea.

Fatores genéticos podem contribuir para o desenvolvimento da doença. A grande maioria não encara a depressão como uma doença por não haver nenhuma alteração física, porém a depressão pode ter, sim, manifestações físicas e causar uma série de alterações químicas no cérebro.

É comum, inclusive, as pessoas acharem que a depressão é somente uma tristeza profunda que pode ser controlada com pensamentos e atitudes positivas. No entanto, para quem é depressivo, tudo se torna mais difícil e incômodo e consequentemente sofrido.

Principais sintomas:

  • Tristeza profunda sem explicação;
  • Insônia;
  • Baixa auto estima;
  • Sentir-se culpado;
  • Sentir-se sem esperança.

Se por acaso esses sintomas permanecerem por mais de duas semanas, é importante ficar atento pois pode ser indício de uma depressão.

Siga a página Saúde
Seguir
Siga a página Opinião
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!