Um crime que foi mostrado na Rede Globo repercutiu em rede nacional. A emissora deu voz à vítima em seu programa de jornalismo mais assistido do domingo, o "Fantástico", e a Mulher relatou os momentos de terror que passou ao lado de um homem mais jovem que conheceu pelas redes sociais. A vítima é a empresária Elaine Caparróz, de 55 anos, que conheceu Vinícius Batista Serra, de 27 anos, por uma rede social de encontros. Já no primeiro encontro do casal, que aconteceu na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio de Janeiro, a mulher contou que foi espancada por quatro horas seguidas.

Publicidade
Publicidade

Ela acusou o próprio rapaz pelas agressões.

Segundo a Polícia Militar, que atendeu a ocorrência, a mulher estava desacordada em seu próprio apartamento, depois que os vizinhos ouviram gritos de socorro e alertaram o porteiro do prédio. As imagens da mulher são impressionantes e mostram a violência que foi usada pelo agressor contra a vítima.

Mulher conhece rapaz em rede social e passa por sessão de tortura por quatro horas seguidas

O suspeito acabou sendo preso em flagrante.

Ao "Fantástico", a vítima disse que acordou no meio da madrugada sendo espancada e levando socos no rosto sem qualquer motivo aparente. Ela também relata que levou um "mata-leão" durante as agressões. A vítima então contou ao programa dominical da Globo que tentou reagir e levou uma mordida no braço.

Depois das agressões, o que se viu foi um rosto desfigurado da vítima, que terá que passar por cirurgia. Ela foi internada no Hospital Lourenço Jorge, no mesmo bairro onde mora, e depois seguiu para internação em um hospital particular.

Publicidade

O irmão de Elaine, Rogério Peres, também falou ao programa da Globo e relatou que a irmã teve uma fratura no nariz que impede a boa respiração, uma fratura no maxilar, além de dentes quebrados. O irmão ainda mostrou extrema indignação em relação ao fato. A empresária é mãe de Rayron Gracie, fruto do relacionamento com o lutador de jiu-jitsu Ryan Gracie, que morreu em 2007 enquanto estava detido em uma delegacia em São Paulo, segundo laudo devido à ingetão de remédios.

Suspeito será indiciado por tentativa de feminicídio

O delegado-adjunto do caso, Rodrigo Freitas de Oliveira, da 16ª DP da Barra da Tijuca, disse que as agressões foram completamente desproporcionais e que, por conta disto, ele tentou sim matar a vítima. A autoridade também declarou que o suspeito será indiciado por tentativa de feminicídio. Ele foi preso em flagrante e, segundo o pedido do delegado, Vinícius é um homem perigoso e pode representar uma ameaça e esta era a justificativa para ele ser preso.

Publicidade

Depois de sua prisão, o suspeito foi conduzido à Cadeia Pública Frederico Marques, em Benfica. Segundo sua versão dos fatos, ele tomou vinho com a vítima e logo que acordou, no meio da madrugada, teve um surto e acabou cometendo o crime.

Leia tudo