Um crime bárbaro abalou a cidade de Águas Lindas de Goiás. Uma jovem, Rafaela Martins Cardoso, de 18 anos, desapareceu após ter sido sequestrada em uma parada de ônibus na cidade. Segundo um vídeo de segurança, ela foi colocada dentro de um carro. Seu celular também teria sido roubado e a moça foi levada para uma chácara. No local, Rafaela, segundo a Polícia, foi vítima de um estupro coletivo, além de ter sido estrangulada. O corpo também foi ocultado dentro de uma cisterna no local da barbárie.

As investigações, que estão a cargo do delegado Cléber Martins, apontaram que seis homens são suspeitos do crime.

Dois deles, inclusive, já foram presos. Um outro foi encontrado morto por policiais e outros três suspeitos ainda estão sendo procurados pela polícia.

Delegado revela sequência de crimes contra a jovem de 18 anos

Segundo o delegado, a jovem foi levada na última quarta-feira (6) por uma Ford Ecosport prata no ponto de ônibus. Neste momento, seu celular foi roubado e ela foi sequestrada. Na sequência, ela teria sido levada para uma chácara e sofreu um estupro coletivo. “Três homens a estupraram. Já é assim considerado”, contou a autoridade ao site de notícias G1. No local, a jovem ainda teria sido amarrada e, na tentativa de ocultar o corpo, os bandidos a colocaram na cisterna da chácara.

Como um dos caseiros era considerada suspeito, a polícia fez uma diligência na chácara e encontrou o corpo da jovem amarrado com uma mangueira.

A perícia também constatou que Rafaela foi estrangulada.

Dos dois presos, um deles por pouco não foi linchado pela população. A PM acabou salvando-o de uma surra e levando-o a um hospital, de onde já foi liberado e encaminhado para uma casa de detenção. O delegado revelou que espera concluir o inquérito na próxima sexta (15).

Uma das linhas de investigação leva em conta o fato da vítima ser irmã de um conhecido e temido detento no local.

Martins ainda contou ao G1 que alguns dos suspeitos já conheciam a jovem morta.

Por conta disto, a autoridade acredita que a jovem foi estuprada e morta por ter reconhecido os suspeitos, e não porque eles tinham a intenção de roubá-la.

Cabe ressaltar que a jovem Rafaela estava em uma festa na última terça-feira (5), na companhia do namorado e amigos.

Ela ficou no ponto de ônibus, depois de uma discussão com o namorado. Ela desceu de seu carro e foi esperar um transporte público, quando tudo aconteceu.

Siga a página Polícia
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!