Isabela Miranda de Oliveira não resistiu aos ferimentos que lhe deixaram com cerca de 80% do corpo queimado. A jovem completaria 20 anos no próximo domingo e foi vítima de uma crise de ciúmes do namorado, segundo a Polícia. A jovem foi enterrada nesta quinta (8) sob forte comoção da família e amigos. A mãe da jovem acabou passando mal e teve que ser amparada por uma cadeira de rodas.

O crime que chocou o Brasil aconteceu quando o namorado da vítima, William Felipe Alves, de 21 anos, viu a jovem, em um sítio em Franco da Rocha, deitada em uma das camas de um quarto ao lado de outro homem. Segundo as testemunhas, a jovem bebeu demais e acabou sendo vítima de outro crime, um abuso sexual.

O suspeito de abusar da jovem era seu próprio cunhado, Leonardo Silva. Ao avistar a cena, o namorado teria espancado a jovem e lhe ateado fogo. A jovem ainda foi socorrida, ficou internada, mas não resistiu aos ferimentos.

Parentes inconformados com a morte

Os parentes presentes no velório e enterro de Isabela estavam completamente inconformados com o crime. Uma prima da vítima lamentou a morte da jovem, que era "tão bonita" e "uma menina de sorriso fácil". "É difícil de acreditar", disse Bruna Mantena. Já a mãe de Isabela era só choro e desespero. O clima no local, segundo o G1, era de comoção e lágrimas.

Ainda segundo o G1, a Secretaria de Segurança de São Paulo ainda não havia tipificado o crime ainda como feminicídio, mas confirmou que todas as testemunhas já foram ouvidas.

Entenda o crime

Isabela e o namorado foram no domingo de Carnaval até uma chácara na Grande São Paulo, para curtir a festa. O convite foi feito por uma das melhores amigas da estudante. Os jovens começaram a beber tequila e a vítima ficou visivelmente embrigada, como contam as testemunhas no local.

A amiga que havia feito o convite acabou socorrendo Isabela, ao perceber que ela não estava bem, e a colocou em um quarto na parte de cima da casa, para que ela descansasse e se recuperasse.

As cenas que se seguiram foram as da barbárie, que vitimou a moça de 20 anos.

Seu namorado a viu na cama com o cunhado. Uma testemunha disse que William ficou transtornado e 'tacou fogo' nos colchões com a moça ainda dentro do quarto. A irmã de William, namorada de Leonardo, também é suspeita no caso, por ter, supostamente, agredido a jovem. Já Leonardo apareceu no BO como vítima, mas testemunhas disseram que ele abusou de Isabela.

O namorado da vítima foi preso em flagrante no mesmo dia e após a morte da vítima, deve ser indiciado por homicídio ou feminicídio.

Siga a página Polícia
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!