No último sábado (3), o detento identificado como Clauvino da Silva foi flagrado tentando fugir do presídio de Bangu 3 disfarçado de Mulher. No momento em que foi pego no flagra, o homem vestia uma máscara de borracha e uma peruca. Durante a tentativa de fuga, os agentes penitenciários teriam desconfiado da postura da "moça".

No momento da saída, a "suspeita" estava acompanhada de outras visitantes que a rodeavam na tentativa de encobrir que os agentes percebessem algo irregular com ela.

Após perceber ago estranho na "visitante", os guardas abordaram "a suspeita" e lhe levaram para uma sala para fazer a revista. Na ocasião foi gravado um vídeo do momento da abordagem e conforme "a senhora" ia tirando as suas roupas iam aparecendo os braços e pernas de homem. Ainda de acordo com as informações, a máscara de borracha foi o último item a ser retirado e na ocasião descobriu-se que a senhora tratava-se do Clauvino da Silva, conhecido pelo apelido de Baixinho.

O traficante teria aproveitado o horário de visitas para vestir a roupa de mulher, que teria sido encomendado por ele e entregue por um visitante ainda não identificado. Felizmente, o plano de fuga acabou sendo descoberto a tempo e o traficante foi conduzido a outra seção situada no mesmo complexo de Bangu.

Encontrado sem vida

Após ser transferido para outra unidade, na manhã de domingo (4), o homem foi encontrado sem vida nesta terça-feira (6) dentro de sua cela.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Polícia Mulher

O caso está sendo investigado pela Polícia. Clauvino era chefe do tráfico em Angra dos Reis, no Rio de Janeiro. Em depoimento, os funcionários da unidade que o presidiário estava disseram que o corpo dele estava pendurado pelo pescoço, enrolado em um lençol branco.

Na prática, o traficante respondia processo por inúmeros crimes, como tráfico de droga, posse ilegal de armas, homicídio e roubo. Somando todos os delitos, Clauvino foi condenado a quase 100 anos de cadeia.

Em 2013, o traficante teria fugido da Penitenciária Vicente Piragibe.

Agora, a Polícia Civil do Rio de Janeiro investiga se a filha do traficante, uma jovem de 19 anos, teve participação na tentativa de fuga do pai. De acordo com as investigações do Seap, estima-se que outros visitantes inclusive uma mulher grávida estejam envolvidos no plano de fuga de Clauvino. Os suspeitos foram identificados pela polícia e todos foram intimados a prestar depoimento na 35ª Delegacia de Polícia, situada em Campo Grande, no Rio de Janeiro.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo