O presidente Jair Bolsonaro (PSL) mudou de tática em relação à libertação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Se na sexta-feira (8), Jair Bolsonaro manteve-se em silêncio sobre a soltura do petista, na manhã deste sábado (9) o presidente por meio de sua conta no Twitter pronunciou-se sobre a saída de Lula da cadeia em Curitiba.

No post, o presidente Bolsonaro aconselhou aos seus seguidores que não dêem "munição" para o ex-presidente Lula, sem mencionar o nome do petista.

Bolsonaro usou um termo nada elogioso para se referir a quem "está momentaneamente livre", tuitou o líder do Executivo.

Na manhã de sábado o presidente no Palácio da Alvorada, confirmou que sua postagem se referia ao ex-presidente Lula. Aos jornalistas presentes Bolsonaro disse que não falaria mais sobre o assunto pois já havia se pronunciado pelo Twitter.

Jair Messias Bolsonaro chamou seus apoiadores de amantes do bem e da liberdade, aconselhou-lhes a não cometerem erros e disse que eles são a maioria.

O presidente Bolsonaro fez coro com os grupos que o apoiam que dizem para os militantes da direita não dar visibilidade aos militantes da esquerda que estão comemorando a soltura de Lula.

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, também fez uso da rede social na manhã de sábado para comentar a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) sobre a decisão da segunda instância, porém não mencionou o nome do ex-presidente.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Jair Bolsonaro Sergio Moro

Sergio Moro afirmou ainda em seu Twitter que a luta pela Justiça e a segurança pública não é fácil e que haverá sempre vitórias e revezes.

O ex-juiz da Operação Lava-Jato afirmou ainda que a decisão do STF deve ser respeitada, porém ela pode ser alterada pelo Congresso, como afirmou o próprio presidente do STF, Dias Toffoli.

Em um evento ocorrido em Goiânia, Bolsonaro cancelou uma entrevista que havia sido marcada por sua própria equipe de comunicação.

Bolsonaro também não citou o ex-presidente Lula em seu discurso.

O filho do presidente Bolsonaro, o vereador Carlos Bolsonaro retuitou o vídeo do pai e fez comentários usando palavras como: "criminosos", "cambada de bandidos".

Lula Livre

Luiz Inácio Lula da Silva foi libertado da prisão da Polícia Federal em Curitiba na tarde de sexta-feira após a decisão judicial e foi direto para um palanque em que falou para cerca de 200 militantes presentes ao local.

Lula foi beneficiado pela decisão do Supremo Tribunal Federal que decidiu no julgamento encerrado na quinta-feira (7) que proibiu a prisão após condenação em segunda instância.

Lula estava preso em Curitiba desde abril de 2018 por causa da sentença recebida no processo do triplex, processo da Operação Lava-Jato.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo