Traficantes que dominam grandes comunidades do Rio de Janeiro ordenam que nenhum baile funk seja realizado até que o surto da covid-19 amenize. De acordo com informações publicadas pelo próprio jornal Extra, os Traficantes informaram que essa decisão irá se estender até o próximo final de semana.

De acordo com eles, a proliferação da covid-19 poderá ser grande, já que a maioria dos eventos realizados por eles contam com a presença de milhares de pessoas. Pelas redes sociais, moradores compartilham mensagens dos traficantes, que diz: "A diretoria resolveu suspender a realização dos nossos bailes pelo motivo que todos já sabem, essa praga desse vírus vem se espalhando pela cidade e essa parada é muito séria, e enquanto não tivermos uma tranquilidade, o baile estará suspenso".

Segundo o Extra, bailes também foram cancelados no Morro da Mineira, na favela Furquim Mendes, na Vila do João, no Jardim Catarina e no B13, em Caxias.

Covid-19 nas comunidades

O presidente da Central Única das Favelas em Minas Gerais (Cufa-MG), Francis Henrique, informou que o surto do coronavírus já resultou em uma pessoa contaminada no Aglomerado da Serra, Região Centro-Sul de Belo Horizonte. Com isso, outros moradores que moram na localidade estão com medo da proliferação do vírus.

“A gente esta percebendo que muitas pessoas estão levando a sério as orientações do Ministério da Saúde sobre a proliferação do covid-19, mas muitos moradores das favelas ainda não acreditam que a doença é real e está alcançando os números apresentados'', disse ele.

O prefeito acredita que ainda existem muitas pessoas descrentes do que está acontecendo, e que acabam deixando de fazer a higiene necessária, que seria lavar bem as mãos com água e sabão e evitar locais de grande aglomeração. No momento, não foram identificados pessoas que morreram pelo vírus na região.

Prevenção contra a covid-19

Muitas campanhas estão sendo realizadas diariamente por entes governamentais, informando a importância de manter as mãos limpas e também de evitar locais com o número grande de pessoas.

Essa restrição é especialmente para pessoas que possuem mais de 60 anos, já que o vírus afeta pela falta de imunidade em alguns idosos.

Essa campanha também estão contando com a participação de algumas celebridades, onde muitas informam que essa é uma medida importante para que o vírus não se prolifere ainda mais nas terras brasileiras.

Siga a página Coronavirus
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!