Neste sábado (29), um homem de 27 anos foi preso depois de matar a própria mãe, de 53 anos, degolada. O caso ocorreu no bairro Orleans, em Vilhena (RO). Conforme o boletim de ocorrência, o suspeito ligou para Polícia e confessou ter praticado o crime em uma casa localizada na rua José Fabiano. Segundo o suspeito, a mãe sofria de depressão e ele a matou para que não sofresse mais.

O marido da vítima se encontrava nos fundos da residência quando ouviu uma confusão vinda do interior da casa, tentou entrar para ver o que estava acontecendo, mas a porta estava trancada e quando conseguiu entrar o crime já tinha acorrido.

O corpo da senhora foi liberado pela perícia e levado até a funerária. O homem foi preso na Unidade de Segurança Pública da cidade (Unisp).

Três suspeitos morrem ao confrontar polícia em Curitiba

O fato ocorreu entre a noite de domingo (29) e a madrugada da segunda-feira (30), quando suspeitos de assalto em um sítio foram mortos por reagirem contra a Polícia Militar (PM), em Curitiba. De acordo com a PM, assim que viram o suspeito no sítio começaram as perseguições no Alto Boqueirão. Os suspeitos tentaram escapar da polícia, mas acabaram batendo em uma árvore e começaram a atirar contra os policiais. Os três jovens morreram no local e tinham entre 20 a 30 anos de idade.

Tenente da polícia capota viatura e morre em SP

O tenente Paulo Henrique Freitas, de 30 anos, fazia parte da Polícia Militar, e o caso ocorreu quando ele estava indo atender uma denúncia em Porangaba (SP).

A viatura capotou na noite de domingo (29), no quilômetro 267 na Rodovia João Mellão. Paulo foi socorrido no pronto-socorro em Avaré (SP), não resistiu e acabou morrendo. Ainda não se sabe o que causou o acidente e o velório será realizado ás 11h. Depois disso, o policial será sepultado às 17h em Fartura (SP).

Motorista de aplicativo é achado morto

Segundo a polícia, um motorista de aplicativo foi encontrado morto na madrugada de domingo (29), em Campo Largo.

Ainda não se sabe a causa da morte e seu corpo foi encontrado em uma estrada da Região Metropolitana de Curitiba, no bairro Santa Quitéria. No local foi encontrado um carro de táxi na mesma madrugada e a polícia suspeita que o veículo possa ser da vítima.

No entanto, só se sabe que as corridas eram feitas por aplicativo. A vítima era morador da capital Paranaense e o caso está sendo investigado na delegacia de Campo Largo.

Siga a página Polícia
Seguir
Siga a página Mulher
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!