Apesar do surto do novo coronavírus despertar medo e espanto em algumas pessoas, algumas estão usando isso para aplicar golpes. No Rio Grande do Sul foram registradas diversas denúncias de pessoas que estavam realizando esse tipo de crime.

De acordo com algumas informações, os suspeitos tinham o intuito de espalhar vírus em equipamentos eletrônicos para extrair dados dos usuários e até extorquir dinheiro de vítimas com falsa ajuda do governo.

Em uma delas, as vítimas são levadas a informar os dados de seus cartões de crédito para realizar um suposto exame que iria detectar o coronavírus.

Em outro golpe, as vítimas teriam de clicar no que seria um mapa da doença pelo mundo, mas acabavam tendo o celular bloqueado e os golpistas aproveitavam para roubar dados.

Mediante a essa denúncia, a Polícia Civil do Rio Grande do Sul está recebendo outras denúncias sobre o respectivo caso.

Crimes virtuais, como evitar?

Ao longo dos anos, crimes virtuais evoluiram fortemente. Especialistas na área de informática informam que uma maneira de evitar esse tipo golpe seria não passar nenhum dado específico, dentre eles dados bancários e informações pessoais como: nome, data de nascimento e/ou nome dos pais.

Existem muitos crimes virtuais no Brasil, onde na maioria dos casos os suspeitos são identificados e não são punidos. Isso se dá pelo fato das leis penais no Brasil não serem atualizadas para estes tipos de crime.

Caso similar

Na Paraíba, um homem da área da saúde também aproveitou esse momento de pandemia para gravar vídeos aterrorizando a população local. Com isso, a Polícia Civil do estado acabou recebendo as denúncia e investigou o caso para ver ser as notícias pela homem eram reais.

Após identificarem que se tratavam de mentiras, o suspeito acabou recebendo uma notificação para comparecer na delegacia e dar explicações sobre o caso exposto.

“Eu fui levado pelas circunstâncias, muito mais pelos áudios que recebi do que pela situação que estava ocorrendo de fato'', afirmou o homem. De acordo com informações, o suspeito trabalha há cerca de 24 anos na área da saúde, onde realizou a gravação de um novo vídeo pedindo para que outras pessoas não façam o mesmo.

Como evitar o coronavírus?

Diariamente são divulgadas formas de evitar o vírus. Uma das formas eficazes são: lavar bem as mãos com água e sabão, evitar grandes áreas de aglomerações e também evitar qualquer contato físico, como beijos e abraços.

Siga a página Coronavirus
Seguir
Siga a página Governo
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!