Uma ação solidária está sendo realizada por um médico de Sorocaba, em São Paulo, para ajudar algumas algumas famílias com cestas básicas em relação ao coronavírus, vírus esse que está fazendo milhares de mortes no país. O profissional da área da saúde está usando as redes sociais para fazer as campanhas, com intuito de arrecadar alimentos e até mesmo dinheiro em meio à proliferação da covid-19.

O coordenador identificado como Kleiber Lopes Vasconcelos, de três das Unidades Pré-Hospitalares (UPHs) de Sorocaba, afirmou que a campanha solidária se iniciou após ele se comover com um paciente que foi bem sincero ao relatar que passava fome.

Desde então, o médico está mobilizando o máximo de pessoas possíveis para ajudar algumas famílias que estão passando necessidades por conta do não trabalho em relação da paralisação da covid-19.

De acordo com informações, o projeto tinha o objetivo inicial de arrecadar cerca de R$ 5 mil. A campanha começou pela internet e chegou a arrecadar em torno de R$ 1.650. A arrecadação chegou em R$ 2,5 mil após colegas de profissão apoiarem com a campanha, além de algumas cestas que foram doadas para a causa.

Atitude solidária semelhante

Em São Paulo, uma atitude bastante diferenciada se iniciou por um menino de apenas 6 anos de idade. Com intuito de ajudar moradores que se encontram em situação de rua, o menino criou uma 'caixa solidária'.

O intuito é arrecadar alimentos e até mesmo itens de higiene. A caixa é colocada no pátio do prédio para que os moradores possam contribuir com alguma coisa.

Em seguida, a caixa é levada para uma praça para que as pessoas necessitadas possam pegar o que precisa. ''Pela manhã, a levamos para uma praça aqui perto de casa, onde os moradores e famílias necessitadas podem pegar", conta o pai, Carlos.

A atitude solidária foi tão benéfica que outras pessoas da cidade vizinha estão indo no local para realizar alguma contribuição para as pessoas que precisam.

De acordo com informações sobre o caso, a iniciativa irá se estender até que a proliferação da covid-19 seja controlada no país. No momento, o Ministério da Saúde registrou 688 mortes, cerca de 14.049 casos de pessoas infectadas e 127 casos de cura da doença.

Siga a página Coronavirus
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!