Após decreto governamental a respeito do novo coronavírus, cerca de onze pessoas foram detidas pela polícia militar do estado em São Benedito, no Ceará, após descumprimento de medidas referente a quarentena. Uma outra também foi presa pessoa no município por abrir comércio não essencial, contrariando decreto do Estado.

Uma operação foi realizada por alguns órgãos públicos do município para conscientizar a população sobre o risco da pandemia. O Ceará é um dos estados que possui mais afetados com o vírus covid-19, com pouco mais de 600 casos da doença, conforme dados cedidos por agentes do Ministério da Saúde.

Medida similar no estado do Rio

Além do estado do Ceará, o atual governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, também autorizou a prisão para quem descumprir com as ordens impostas pelos governantes do estado. Wiltzel informou que durante a quarentena, lugares públicos como: lagos, cachoeiras, parques e praias estarão suspensos.

O atual governador do Rio deu autoridade para os policiais militares darem voz de prisão pelo crime de desobediência. Apesar de ser uma medida autoritária, Witzel informou que é uma forma para coibir aglomeração das pessoas. Pelas redes sociais, muitas pessoas que moram no estado concordaram com a posição do atual governador.

Até o fechamento dessa matéria não tiveram informações de quantas pessoas foram detidas por agentes da segurança pública.

Outros crimes relacionados ao coronavírus

O ministro Sérgio Moro, com apoio de outros ministros sancionaram uma lei para prender quem estiver com suspeitas ou até mesmo a covid-19. De acordo com informações, quem tiver com sintomas do vírus e não ficar em casa de quarentena, poderá ser detido, onde poderá ser condenado em até 1 anos de prisão.

Já para as pessoas que tiverem o contágio do vírus e transmitirem para outros, poderá ser penalizados com até 15 anos de prisão.

Essa medida foi bastante questionada por parte da população, já que muitas pessoas que apresentam sintomas do doença precisam exercer as funções como: ir ao mercado, padaria, farmácia.

Situação do Brasil

Diariamente dados a respeito de infectados com a covid-19 são divulgados pelo Ministério da Saúde. De acordo com informações cedidas por eles, cerca de 432 pessoas foram vítimas fatais e mais de 10.000 pessoas estão com suspeitas do novo vírus.

Profissionais da área da saúde informaram que esses números poderão aumentar se não tiver uma conscientização maior da população brasileira. Em meio a pandemia, muitas pessoas continuam indo as ruas ou fazendo tarefas desnecessárias. Nesse momento de quarentena, os profissionais da área da saúde aconselham todos a permanecerem em casa, para que o vírus não se prolifere ainda mais no território brasileiro.

Siga a página Coronavirus
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!