Medidas para auxiliar os vitimados da covid-19 é criada por pesquisadores da USP (universidade de São Paulo). Os pesquisadores informaram que o ventilador pulmonar para emergências é 15 vezes mais barato que os convencionais. Esse é um tremendo avanço, pois ainda não se há medidas para auxiliar os enfermos vitimados da covid-19.

“Buscamos montar um equipamento que pudesse utilizar ao máximo componentes que já existem no mercado brasileiro, não dependendo muito de importação”, detalhou um especialista em Engenharia Biomédica, identificado como Raul González Lima.

Pronunciamento sobre covid-19

O presidente Jair Bolsonaro fez um discurso ao vivo nos meios de comunicação de televisão para argumentar sobre o novo coronavírus e alertar a população brasileira.

Vírus esse que faz centenas de mortes em todo país. Durante seu pronunciamento, muitas pessoas mostraram seu ato de repúdio ao presidente com ''panelaços''. Essa não é a primeira vez que Bolsonaro é hostilizado por parte da população.

Isso se dá pelo fato de Jair Bolsonaro se posicionar contrário do mundo em relação ao vírus. Em suas redes sociais, o presidente informou que a população não precisaria se preocupar com a evolução do vírus, já que as consequências poderiam ser um simples ''resfriadinho'' ou ''gripezinha''. Com isso, muitas pessoas estão hostilizando o presidente nas redes sociais.

O ex-presidente Lula também mostrou seu repúdio ao atual presidente, informando que essa situação é bastante critica, onde milhões de pessoas poderão ser vítimas fatais se uma medida de isolamento não for adotada.

Lula também chegou a fazer um apelo, informando que se essas medidas não forem colocadas em prática nos próximos dias, Jair Bolsonaro deveria deixar o cargo.

Sobre os argumentos de Lula, o atual presidente do Brasil não se posicionou.

Quarentena

Como ainda não existe uma forma de coibir o vírus, medidas extremas estão sendo adotadas em todo o mundo, inclusive no Brasil.

A quarentena está sendo usada para manter a população em casa com intuito de fazer com que o vírus não se prolifere ainda mais no país.

Com essa medida, muitas empresas, comércios e lojas fecharam por tempo indeterminado. Alguns brasileiros ainda estão tendo a oportunidade de trabalhar em ''home office'', mas a maioria encontra-se em casa aguardando uma resposta das autoridades da área da saúde.

Não se há previsão para que o país volte a normalidade, tendo em vista que a covid-19 continua fazendo milhares de vítimas fatais e sem ter uma cura para tal doença.

Até o fechamento dessa matéria, o país registrou 201 mortes e 5.717 casos confirmados. Esses números poderão aumentar ao longo das próximas horas, já que muitas pessoas estão aguardando o laudo do exame.

Siga a página Coronavirus
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!