Apesar do surto da pandemia em todo o mundo, os agentes da segurança pública continuam trabalhando arduamente para combater a criminalidade. Equipe tática da Polícia Militar (GCCO) recebeu uma informação que havia um caminhão com carga roubada em Vera, a 486 km de Cuiabá, onde os criminosos renderam uma família e trabalhadores em uma fazenda em Itanhangá, que fica localizada no município a 447 km de Cuiabá, no domingo (29).

Com apoio do helicóptero, os agentes militares conseguiram localizar a quadrilha. Seis assaltantes acabaram sendo detidos e encaminhados para a delegacia da cidade, onde, provavelmente, serão presos pelo respectivo crime.

Além dos assaltantes, algumas armas e três veículos foram apreendidos.

A carga roubada pelos assaltantes continuam agrotóxicos, onde os criminosos iriam revender no mercado com um preço menor da concorrência. A Polícia Civil está investigando o caso no intuito de identificar novos possíveis participantes do sequestro. Até o fechamento dessa matéria, nenhuma informação nova foi apresentado sobre o caso.

Mato Grosso

Apesar dos crimes no estado, o combate contra a covid-19 é forte pelos governantes locais. De acordo com algumas informações, a Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) informou que nove pacientes foram curados após contraírem o respectivo vírus. Ainda não existe remédio ou uma outra forma de coibir o contágio, mas os profissionais informaram que os pacientes que possuem a imunidade forte, conseguem combater rapidamente o vírus.

Cenário nacional

O Ministério da Saúde informa diariamente dados a respeito dos vitimados em decorrência da covid-19. De acordo com informações, cerca de 240 mortes foram registrada nas últimas horas. Os estados que estão sofrendo mais em relação a pandemia, são São Paulo e Rio de Janeiro.

O atual governador do estado do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, informou que o estádio do Maracanã será usado para recepcionar os vitimados.

No local será construído um hospital improvisado, com intuito de receber toda população do estado. Ainda não se tem informações de quantas pessoas terá capacidade para estarem no local.

Além do Maracanã, Wilson Witzel declarou que o Sambódromo, local onde acontece os destiles de escola de samba, será usado para ajudar os moradores que se encontram em situação de rua.

De acordo com o governador, o objetivo é tirar todas as pessoas da rua e abrigarem elas em um local seguro. Os moradores de rua irão receber itens de higiene, cama e também alimentação.

Também não foram informadas quantas pessoas serão beneficiadas. O atual governador de São Paulo, João Doria, também está tomando medidas para coibir o avanço do vírus no estado.

Siga a página Polícia
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!