Um policial à paisana reagiu a uma tentativa de assalto na Avenida Desembargador Gonzaga, no Ceará. De acordo com informações do Jornal G1, a vítima saia do batalhão onde trabalhava, quando foi surpreendido por dois suspeitos em uma motocicleta. Os indivíduo sacaram a arma e anunciaram o assalto, mas eles não contavam que a vítima se tratava de um policial militar.

O policial militar também sacou sua arma, apontou em direção aos suspeitos e realizou diversos disparos. Um dos suspeitos acabou não resistindo ao ferimentos e morreu no local. Já o outro, que foi identificado como Alexandre Adriel de Sousa Alves, de 21 anos, acabou sendo baleado e detido logo em seguida após tentar fugir, mas foi capturado pelo moto-patrulhamento do 19° Batalhão de Polícia Militar (BPM).

O Suspeito estava portando um simulacro de arma de fogo que foi apreendido pelos policiais.

Uma ambulância chegou a ser solicitada para atender Alexandre, onde ele foi encaminhado para um hospital na região. O policial militar que sofreu a tentativa de assalto nada sofreu. O militar, por sua vez, se apresentou no 13° DP, onde relatou para o delegado de plantão todo ocorrido do caso. O suspeito que morreu e a vítima (policial) não tiveram as identidades reveladas por motivos de segurança.

Pelas redes sociais, muitos moradores que presenciaram o caso ficaram surpresos com tantos tiros disparados. Até o final dessa matéria, não foram apresentados nenhuma outra vítima em decorrência aos tiros disparados pelo policial militar.

Ceará

Apesar do crime apresentado, as autoridades de segurança do Ceará apresentaram dados positivos sobre a diminuição dos crimes no estado. Isso é consequência da proliferação da covid-19 em todo país, já que muitas pessoas estão em quarentena dentro de casa. De acordo com informações do Ministério da Saúde, o estado confirmou 20 mortes nos últimos dias.

Os profissionais da área da saúde relataram que esses números poderão sofrer alteração nos próximos dias, já que existem muitas pessoas em situações críticas em decorrência do vírus. Autoridades cearenses apresentaram uma medida de isolamento da população local. O atual governador do estado, Camilo Sobreira de Santana, relatou por meios de coletivo de imprensa que a situação do estado é controlável, já que medidas de prevenção foram tomadas assim do primeiro caso da covid-19 no país.

Mesmo com o número de mortes reduzido, o governador informou que a população precisa respeitar as medidas de quarentena. Nenhum comércio poderá abrir nesse período, tendo como exceções: mercados e farmácias. Essa é uma das formas que o atual governo encontrou para evitar a proliferação do vírus.

Siga a página Polícia
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!