Em uma considerável cena de filme, traficantes tentaram despistar policiais militares de uma possível abordagem com fumaças na madrugada desta terça-feira (21), em São Miguel Arcanjo, no estado de São Paulo.

De acordo com informações cedidas pelo G1, uma operação em conjunto com a Polícia Rodoviária Federal foi realizada para localizar um veículo que havia sido denunciado com uma possível carga de drogas. Durante a operação, o carro estava trafegando próximo ao quilômetro 180 da (SP-250). Os policiais envolvidos pediram para que o suspeito encostasse o veículo para que uma abordagem pudesse ser realizada.

Ignorando a ordem de parada, o indivíduo empreendeu fuga. A perseguição se estendeu por alguns minutos, onde diversas viaturas policiais se mobilizaram para realizar a abordagem ao veículo suspeito. Quando chegou próximo a entrada de São Miguel Arcanjo, um dispositivo de fumaça foi acionado pelo suspeito na tentativa de despistar as viaturas policiais, mas o indivíduo acabou perdendo o controle do automóvel e acabou colidindo contra uma árvore. Desesperado, o indivíduo começou a correr e se escondeu em alguns terrenos vazios próximos da localidade.

Alguns policiais militares tentaram localizar o suspeito, mas ele não foi encontrado. No carro, os militares se surpreenderam com a grande quantidade de droga. Foram encontrados aproximadamente 800 kg de maconha no interior do veículo.

O material entorpecente apreendido foi encaminhado ao plantão policial de Itapetininga, onde a ocorrência foi registrada pelo delegado plantonista.

Câmeras de monitoramento conseguiram registrar o exato momento em que a rua era coberta de uma fumaça branca acionada pelo suspeita. O caso está repercutindo bastante nas redes sociais.

São Paulo e coronavírus

Além dos crimes realizados na cidade paulista, o novo coronavírus é um dos problemas principais das autoridades governamentais. De acordo com últimas informações da OMS (Organização Mundial da Saúde), São Paulo é o estado mais afetado com a pandemia do coronavírus. Nesse período de quarentena, foram registrados cerca de 1.037 mortes e mais de 14 mil casos confirmados com a doença.

Mesmo o estado aplicando o isolamento social por recomendação do Ministério da Saúde, mortes continuam a serem registradas diariamente. O governador da cidade, João Doria, informou por meio de entrevistas que a situação do estado é delicada, mas que novas medidas serão tomadas para coibir o número de vítimas.

Siga a página Polícia
Seguir
Siga a página Cinema
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!