Os Estados Unidos seguem tentando conter a pandemia do coronavírus, mas a preocupação com a disseminação da doença, especialmente no Brasil e na América Latina, pode fazer com que o presidente Donald Trump tome medidas relacionadas a estes países.

Uma delas pode ser a suspensão de voos dos EUA para o Brasil e países latinos. Trump discutiu tal possibilidade com o governador do estado da Flórida, Ron DeSantis.

Trump e os voos do Brasil

Na reunião, DeSantis chegou a afirmar que não haveria necessidade de, no momento, haver interrupção de voos vindos da América Latina para Miami e Fort Lauderdale.

"Se precisarmos interromper (os voos), nos avise", declarou Trump.

As duas cidades são pontos onde muitos turistas e visitantes vindos de países da América Latina e do Brasil costumam usar para chegar aos EUA, onde muitos imigrantes destas nações também moram. Com isso, a preocupação é evitar a chance de que casos importados possam disseminar ainda mais a Covid-19 em solo americano.

Outras medidas como testar os passageiros que vem de voos de regiões bastante afetadas também são cogitadas pelo presidente Donald Trump como formas de tentar evitar novos focos da doença.

"Estamos observando atentamente os voos que vem da América Latina para Miami, onde muitos têm negócios", disse.

Trump demonstra 'preocupação' com coronavírus

Ainda durante a reunião com o governador da Flórida, Trump disse estar "preocupado" com os efeitos do coronavírus no Brasil.

Para ele, a situação é de "surto sério" no país, e que a propagação da Covid-19 tem sido diferente da que tem notado em outros países da América Latina.

"O Brasil tem um surto bem sério da doença, como vocês mesmos bem sabem. Eles foram numa direção diferente dos outros países da América Latina que, se você for olhar os dados, é uma situação preocupante", afirmou o presidente dos EUA.

Segundo informação da Embaixada dos EUA ao G1, cerca de nove voos semanais, todos originários de São Paulo, partem em destino aos EUA. A frota de voos foi bastante reduzida em função da pandemia.

Brasil já é top-10 em mortes por coronavírus

O crescimento do coronavírus do Brasil já fez o país entrar para as dez nações com mais mortes em decorrência da doença.

Levantamento feito pela Universidade Johns Hopkins, dos Estados Unidos, indica que, nesta segunda-feira (27), o país se tornou o décimo com mais mortes pela Covid-19.

As 4.543 mortes já confirmadas segundo os dados do Ministério da Saúde colocam os brasileiros como um dos países com maior mortalidade pela doença. Entretanto, os números podem ser ainda maiores, dependendo dos levantamentos das secretarias de saúde dos estados e casos que ainda não foram confirmados ou sequer notificados.

Siga a página Coronavirus
Seguir
Siga a página Jair Bolsonaro
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!