Em meio à proliferação do novo coronavírus, o governador do Rio de Janeiro, wilson witzel, acabou sendo contaminado com o vírus. Através de um vídeo, Wilson Witzel disse: "Quero comunicar a todos que, desde sexta-feira, não venho me sentindo bem e pedi para que fosse feito o teste de Covid e, hoje [terça], veio o resultado positivo. Tive febre, dor de garganta, perda de olfato e, graças a Deus, estou me sentindo bem''. O governador segue se recuperando em sua residência.

Apesar de ter sido contaminado pelo novo vírus, o atual governador anunciou que irá continuar exercendo as suas atividades como governador.

"Continuarei trabalhando", afirmou Wilson Witzel.

O vídeo publicado agora pouco conta com mais de 6 mil curtidas e pouco mais de 40 mil visualizações. Em forma de apoio, muitos cariocas estão mandando mensagens de apoio a Wilson Witzel, tendo em vista que o vírus continua deixando milhares de vítimas fatais.

Rio de Janeiro

O estado do Rio de Janeiro é o segundo mais afetado do país com o novo coronavírus. De acordo com últimas informações do Ministério da Saúde, cerca de 191 mortes foram registradas e 3.221 casos confirmados da doença. Mesmo autoridades governamentais do estado respeitando o isolamento social, novos casos surgem diariamente na cidade carioca.

Diante disso, a prefeitura do Rio irá distribuir máscaras para as pessoas que continuam exercendo atividades profissionais.

A distribuição das máscaras será realizada nos pontos de ônibus da cidade por agentes da saúde, com intuito de reforçar ainda mais a segurança dos trabalhadores cariocas, tendo em vista que ainda não existe uma forma mais eficaz de coibir o contágio do vírus.

Novas medidas

Assim como nos demais estados, o Rio de Janeiro também adotou novas medidas nesse período de pandemia do novo coronavírus.

Wilson Witzel declarou, através de entrevistas coletivas, que algumas restrições começaram a ter validade no estado. De acordo com informações, lugares públicos como: praias, rios, lagoas ou trilhas, estão sendo monitoradas por agentes da segurança pública. O objetivo é evitar aglomerações, tendo em vista que o vírus se prolifera no ar e também através de contato físico.

Wilson Witzel também propôs medidas para ajudar pessoas que se encontram nas ruas. Um abrigo improvisado foi feito no sambódromo, local onde acontece os desfiles de escola de Samba, com objetivo de resguardar os moradores de rua.

No abrigo, segundo informações do Governo de Witzel, serão distribuídas comidas e itens de higiene. Além disso, profissionais da área da saúde estão no local para examinas os moradores, tendo em vista que muitos apresentam sintomas do novo coronavírus.

Siga a página Coronavirus
Seguir
Siga a página Política
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!