O delegado Paulo Bilynskyj e a namorada, Priscila Delgado, pareciam um casal perfeito e apaixonado aos olhos dos amigos e familiares. Apesar de terem se conhecido há pouco tempo, o delegado e a modelo decidiram dividir uma vida juntos, inclusive, com planos de casamento. O que parecia ser um lindo romance se transformou em tragédia no último dia 20 de maio.

Paulo Bilynskyj foi alvejado por seis disparos de arma de fogo, enquanto sua namorada, faleceu com um tiro no peito. Ainda debilitado, antes da internação, o delegado contou sua versão dos fatos. Bilynskyj afirmou que Priscila teria disparado seis vezes contra ele após ter acesso a mensagens em seu celular, e posteriormente teria atirado contra si mesma.

O delegado ainda não havia prestado depoimento à Polícia devido ao seu delicado estado de saúde. De acordo com o site UOL, Paulo Bilynskyj recebeu alta hospitalar na última terça-feira (2), após 13 dias de internação.

Bilynskyj continuará tratamento em casa

Ainda segundo o site UOL, a polícia segue investigando as circunstâncias do crime ocorrido no apartamento de Paulo Bilynskyj em São Bernardo do Campo, São Paulo. Algumas hipóteses vêm sendo levantadas pela Polícia Civil, como tentativa de homicídio seguida de suicídio, feminicídio, homicídio e legítima defesa.

O delegado deverá ser ouvido assim que estiver recuperado. O perfil no Instagram "O Projeto Policial", segue atualizando o quadro de saúde de Bilynskyj, que também é delegado da Polícia Civil, instrutor de tiros e professor de cursos preparatório.

Em uma publicação no Instagram, o perfil exibiu uma foto do delegado com suturas em cicatrizes cirúrgicas. Na legenda da publicação, a equipe afirmou que Bilynskyj estaria sob os cuidados de familiares se recuperando das dores pelo corpo. Segundo o site Metrópoles, o delegado deverá realizar sessões de fisioterapia para contribuir com sua reabilitação, além de continuar tomando antibióticos em casa.

O instagram "O Projeto Policial" também agradeceu ao apoio e às orações direcionadas ao delegado.

Promotora elogia trabalho da polícia

De acordo com o site UOL, a promotora responsável pelo caso, Thelma Thais Cavarzere, elogiou a atuação da Polícia Civil até o presente momento das investigações, e afirmou que tomaria suas decisões após ter acesso ao inquérito policial completo.

A promotora explicou que o Ministério Público seria titular da ação penal, que começaria a atuar no caso após o juiz responsável abrir vistas do processo ao Ministério Público. A família de Priscila Delgado não acredita na versão apresentada pelo delegado de que a modelo teria tirado a própria vida.

Siga a página Famosos
Seguir
Siga a página Polícia
Seguir
Siga a página Relacionamento
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!