O escritor Olavo de Carvalho gravou um vídeo na madrugada desse domingo (7), indignado com os ataques que vem sofrendo pelos opositores do Governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Ele é conhecido como o maior influenciador do governo, graças aos filhos do presidente, que foram seus alunos, e ganhou notoriedade e a alcunha de "guru” do bolsonarismo.

No vídeo, o escritor segue dizendo que sempre quis ser amigo de Bolsonaro, porém, segundo ele, Bolsonaro nunca quis ser seu amigo e disse que nunca houve “gabinete do ódio”, o que houve foi o “gabinete do ódio” contra ele. Olavo afirmou que há décadas os opositores de suas ideias faziam milhares de páginas contra ele e que ainda há muita difamação.

Em outro momento, o escritor disse que Bolsonaro não faz nada contra crimes que fazem contra ele e que pode derrubar o governo se o chefe do Executivo continuar, segundo suas palavras, uma pessoa inativa e covarde.

No vídeo, Olavo de Carvalho disse que milícia, gabinete do ódio já existem há muito tempo contra ele, inventando um monte de coisa ao seu respeito, e que o presidente não faz nada para defendê-lo. Ele disse que não quer amizade de Bolsonaro, porque sempre tentou ser amigo do presidente e mesmo assim, Bolsonaro nunca quis ser seu amigo. Disse ainda que Bolsonaro tira proveito dele para ter visualização. "Se você não é capaz de me defender contra essa gente toda eu não quero a sua amizade.

Porque eu fui seu amigo, mas você nunca foi meu amigo. Você foi tão meu amigo quanto a Peppa. Você só tira proveito e devolve o que?", indagou.

Olavo ainda disse no seu vídeo que o presidente vê os crimes cometidos e não faz nada. O escritor diz que isso é prevaricação e que pode processar Bolsonaro por isto.

Depois disse que pode derrubar o governo que, segundo o escritor, é um governo inativo e covarde. "Se as pessoas não conseguem derrubar o se governo, eu derrubo. Continue inativo, continue covarde, eu derrubo essa merda desse seu governo", disse.

Após suas falas gerarem polêmica nas redes sociais, Olavo de Carvalho disse em seu Facebook que ainda apoia o governo de Bolsonaro, mas que ele não deve esperar “palavras doces” por parte do escritor.

Empresário Luciano Hang pede doações para Olavo de Carvalho

O empresário, apoiador do governo e dono das lojas Havan, Luciano Hang, pediu via WhatsApp para um grupo de empresário que doem dinheiro para Olavo de Carvalho. Dez dias atrás, Luciano foi um dos alvos de uma operação de busca e apreensão feita pela Polícia Federal por causa de um inquérito aberto no STF (Supremo Tribunal Federal) que investiga indícios de noticiais falsas difamatórias contra opositores do governo. Hang escreve que os empresários têm que ajudar o escritor financeiramente para continuar o que chamou de “polo Brasil”.

Porém, Luciano foi contestado por alguns do grupo. Uma pessoa disse que era para Olavo voltar para o Brasil porque de longe seria fácil fazer críticas.

Outro empresário disse que Carvalho deve ter ficado “louco”, pois vive causando polêmicas e a cada polêmica ele vende cursos online e que vê como uma “má-fé”.

Siga a página Jair Bolsonaro
Seguir
Siga a página Política
Seguir
Siga a página WhatsApp
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!