No último dia 20 de maio, uma tragédia acabou acontecendo dentro do apartamento do delegado Paulo Bilynskyj em São Bernardo do Campo, São Paulo. Bilynskyj foi baleado por seis tiros enquanto sua namorada, Priscila Delgado, faleceu com um tiro no peito. Segundo a versão do delegado, a modelo teria disparado contra ele após ver mensagens em seu celular.

Bilynskyj afirma, ainda, que Priscila teria disparado contra o próprio peito em seguida. A Polícia segue com as investigações sobre o caso. De acordo com o site R7, na última quarta-feira (17) os pais da modelo e alguns de seus familiares foram ouvidos pela polícia pela primeira vez.

Os pais de Priscila não acreditam na versão apresentada pelo delegado de que a filha teria tirado a própria vida.

Na última segunda-feira (15), o delegado retomou suas atividades em uma escola de cursos preparatórios para concursos. Durante uma live, Bilynskyj contou detalhes do crime aos alunos e falou sobre superação.

Bilynskyj se emociona ao relembrar tragédia

Durante a live intitulada "Motivação para o Combate - O Retorno", realizada no canal do YouTube da escola preparatória onde Bilynskyj ministra aulas, o delegado agradeceu por todos aqueles que colaboraram com sua recuperação, sobretudo aqueles que fizeram doações de sangue.

"Eu perdi muito sangue, eu escorreguei no meu próprio sangue no chão.

O volume sanguíneo no corpo vai caindo. A gente tem, aí, 5, 6 litros de sangue no corpo. Você perde um litro, você já perde a consciência, então o volume de sangue no meu corpo foi caindo e a sequência disso é uma coisa chamada choque hipovolêmico", explicou o delegado.

Bilynskyj afirmou que quando se deparou com todos os disparos pelo seu corpo, percebeu que teria que fazer algo por si mesmo, e relembrou tudo que ensinava aos seus alunos sobre ação e determinação.

O delegado revelou, ainda, que mesmo ofegante e com a respiração curta, teria decidido pedir ajuda, momento em que teria se arrastado pelo apartamento, chegado até o elevador e decido ao hall de seu prédio. Neste momento, Bilynskyj revela que já teriam viaturas da Polícia Militar e que teria sido socorrido em seguida.

Laudos da perícia

Ainda segundo o site R7, os exames periciais realizados na arma e no apartamento do delegado, feitos pelo Instituto Médico Legal, irão indicar a trajetória da bala que atingiu Priscila, porém ainda não ficaram prontos. Com o fim da fase de depoimentos no inquérito, a polícia deverá fazer a reconstituição do crime com a presença de Paulo Bilynskyj para que possa realizar o confronto com as provas periciais realizadas. O delegado e Priscila Delgado estavam morando juntos há cerca de um mês e planejavam se casar.

Siga a página Polícia
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!