Mais um caso de suposto relacionamento abusivo foi reportado à Polícia. Uma mulher de 50 anos procurou a Delegacia de Defesa da Mulher de Guarujá, no litoral de SP, para denunciar o ex-companheiro. De acordo com o site G1, a Mulher, que não quis revelar sua identidade, registrou um boletim de ocorrência afirmando que estaria sendo difamada pelo ex na internet. A vítima revelou que as ameaças e chantagens teriam começado quando ela resolveu pôr fim ao relacionamento.

Procurado pela equipe do G1, o homem justificou a atitude afirmando que estava sendo traído pela mulher. A vítima contou que teria conhecido o homem através na internet e, após conversarem por pouco tempo, teriam decidido morar juntos em Guarujá.

Segundo a mulher, a relação começou a mudar para pior após alguns meses, já que o ex-namorado a impedia de manter relações sociais e a ameaçava com frequência. A vítima chegou a ir embora para sua cidade natal em Mato Grosso do Sul, porém, retornou para o ex após ser chantageada.

Mulher relata chantagem

Ainda de acordo com o site G1, a mulher revelou que teria sido obrigada a retornar para São Paulo após ter sido chantageada. Ao retornar para a casa do homem, a mulher revelou que a situação teria piorado, pois era tratada como uma prisioneira. Após conseguir um emprego e conseguir se mudar, o homem teria publicado um vídeo íntimo da mulher, junto ao seu número de telefone. A vítima revelou que passou a ser procurada por vários homens que acreditavam que ela seria uma garota de programa.

A mulher contou que o homem também teria enviado fotos íntimas suas para a pastora da igreja a qual frequentava. Segundo o dite G1, as imagens de vídeo exibem o rosto da mulher, porém, não identificam o homem. A mulher afirmou que já havia feito um boletim de ocorrência em maio deste ano por violência doméstica.

Desta vez, a vítima registrou um boletim online e aguarda os trâmites do procedimento. Casos de violência doméstica crescem a cada dia no Brasil. A mulher que se sentir ameaçada ou agredida pelo companheiro, pode pedir ajuda à Central de Atendimento à Mulher em Situação de Violência através do número 180 de forma gratuita.

Homem nega divulgação das imagens

A equipe do site G1 procurou o suspeito para que ele pudesse contar sua versão sobre os fatos. O homem negou que tenha divulgado o vídeo e afirmou que teria enviado apenas para a ex. O suspeito revelou que teria descoberto estar sendo traído através de conversas virtuais entre a ex-namorada e outro homem, já que ele teria a senha das redes sociais da mulher. A vítima nega que teria traído o ex-companheiro e afirma que esta seria uma tentativa do homem de justificar os crimes cometidos. Casos seja comprovada a veracidade dos fatos, o suspeito responderá criminalmente por seus atos.

Siga a página Polícia
Seguir
Siga a página Mulher
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!