Segundo informações do portal G1, o assassinato de um homem ocorreu no fim de tarde da última sexta-feira (18). A suspeita é de que a namorada da vítima, Nicole Maria, de 19 anos, tenha assassinado o jovem Adailton Gomes, de 24, utilizando uma agulha de narguilé após uma briga, que teria sido originada por causa de um pastel.

Ainda de acordo com informações, o crime ocorreu na cidade de Aparecida de Goiânia, em Goiás.

Em depoimento, namorada conta que não esperava pelo ocorrido

O delegado Eduardo Rodovalho, que conduz a investigação, afirmou que foi encontrado um ferimento no peito de Adailton, originado por uma agulha.

A reportagem do G1 procurou entrar em contato com Nicole, mas não obteve respostas.

Em depoimento, Nicole contou que durante a discussão, Adailton teria partido para cima dela com extrema violência e, para se defender, ela acabou usando a agulha narguilé –que serve para furar o papel alumínio que envolve o carvão, assim permitindo o contato do calor com a essência do narguilé.

Nicole também contou que na hora da briga acabou se desesperando quando, de forma involuntária, acabou cravando o objeto no peito do namorado, que caiu no chão agonizando.

Investigação contra a namorada de Adailton

Nicole se apresentou à Polícia após o crime, mas sem o seu advogado. Por estar fora do período de flagrante, ela não foi presa.

O caso segue sendo averiguado pelo Grupo de Investigação de Homicídios, que nos próximos dias tende a ouvir testemunhas. A Polícia Civil ainda não indiciou formalmente Nicole e aguarda o fim do inquérito para enquadrar a acusada no crime.

Família de Adailton espera por justiça

Em entrevista ao G1, a mãe de Adailton, Maria das Graças de Abreu, 46 anos, relatou que o filho e a nora passavam boa parte do tempo em sua residência, em Aparecida de Goiânia.

A mulher também relembra que na sexta-feira (18) Adailton saiu pela parte da manhã, acompanhado da namorada. Na volta para casa, ele saiu novamente, desta vez acompanhado das duas irmãs, em direção à casa de Nicole, com o intuito de buscar a chave de sua motocicleta que havia deixado no local.

Após o incidente, em depoimento, as irmãs, de 13 e 16 anos, contaram que ambas esperavam na frente da casa de Nicole, enquanto o irmão entrou para pegar a chave da moto.

Foi quando, repentinamente, Nicole saiu correndo para fora gritando que Adailton havia se ferido e estava agonizando no chão da sala.

Após o ocorrido, ela entrou em um carro e fugiu do local do crime. Ainda de acordo com informações, os familiares de Adailton relataram que no dia em que ele era enterrado, Nicole se mudou de residência. Agora, a família clama por justiça contra a ré.

Siga a página Polícia
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!