Foi informado pelo tenente do Corpo de Bombeiros de Avaré, Carlos Alexandre Prandini, que fez parte do atendimento às vítimas do Acidente ocorrido nesta quarta-feira (25), envolvendo um ônibus lotado de trabalhadores e uma carreta bitrem, que parte dos passageiros foram arremessados para fora do veículo no momento da batida. Ao todo, 41 pessoas morreram e 10 ficaram feridas.

O acidente aconteceu no km 172 da Rodovia Alfredo de Oliveira Carvalho, em Taguaí (SP), por volta das 7h. Segundo informações do portal G1, o ônibus que transportava trabalhadores de uma fábrica de tecido não estava com os documentos em dia e a empresa que presta o serviço atuava de forma clandestina.

Prandini comentou que algumas pessoas foram arremessadas para fora do veículo, outras permaneceram dentro do ônibus sobre o lastro e outras vítimas ficaram presas nos bancos entre as ferragens.

O tenente disse também que os bombeiros enfrentaram dificuldades para retirar os corpos, devido à situação em que se encontravam entre as ferragens.

Outro tenente, porta-voz da Polícia Militar de São Paulo, Alexandre Guedes, afirmou que este acidente foi o maior em relação ao número de vítimas envolvidas num mesmo acidente neste ano de 2020 nas rodovias do estado.

Vítimas que sobreviveram comentaram que o acidente ocorreu quando o motorista do ônibus resolveu ultrapassar um caminhão. O ônibus invadiu uma faixa contínua, o que é proibido pelo código de trânsito, e colidiu com uma carreta que vinha no sentido contrário.

Os veículos então se chocaram e uma parte da carroceria da carreta soltou e bateu de um lado do ônibus e saiu quebrando toda lateral causando várias mortes. A carroceria saindo rasgando a lateral direita do ônibus na altura dos assentos e assim foi jogando as pessoas para fora.

O número total de passageiros era de 50 trabalhadores que faziam o mesmo trajeto todos os dias de casa para o trabalho.

Assim que colidiu, a carreta prosseguiu e invadiu os terrenos que ficavam à beira da rodovia e parou. O motorista ficou gravemente ferido e foi levado ao hospital em Fartura, mas acabou não resistindo e faleceu.

A esposa do motorista da carreta envolvido no acidente comentou que seu companheiro não possuía CNH para dirigir carreta, apenas uma provisória para dirigir carros de passeio, e por isso sempre viajava junto com um caminhoneiro.

Vítimas do acidente

As vítimas do acidente são: Adriel Calebe Alves de Oliveira, Aline Fernanda de Oliveira Antunes, Ana Claudia dos Santos, Andressa Aparecida Espadia, Beatriz Monteiro da Silva, Bruno de Oliveira Faustino, Camila Cristina Franco Vergueiro, Carolina Coelho Batista, Claudinei Carlos Barboza, Edina Madalena da Silva, Edna Aparecida Lobo Batista, Elisângela Aparecida Mingote, Fabiana Gois Vieira, Fernanda Estefany Silva Pereira, Francis Kelly Aparecida Nunes, Geison Gonçalves Machado, Gustavo Ferreira de Oliveira, Ivonaldo da Silva Custódio, Jean Soares Alves, Josiel Aparecido Alves, Joyce dos Santos Flores, Leandro Maximo Pereira, Leda Aparecida Estevam, Leonardo José Leme, Luciana da Silva Soares, Lucielem Firmino dos Santos, Lucineia Benedita Soldeira de Melo, Marciele Pedroso Nunes, Marcio Lima de Freitas, Maria Lúcia Martins Rocha, Niveo dos Santos Venâncio, Osani Lucio, Ramon Pereira de Lima, Regina Gonçalves Domingues, Ronivan Vilhena Augusto, Rosana Rodrigues de Oliveira, Tais Aparecida de Oliveira Ceara, Tiago Aparecido Aulfs, Valquíria de Oliveira Cruz, Vanessa Carolina Vieira dos Santos e Wellington Aparecido Corrêa.

Siga a página Polícia
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!