Um menino de 12 anos está sendo bastante comentado nas redes sociais após caminhar mais de 1 quilômetro para estudar, já que as escolas fecharam devido à proliferação da covid-19. O caso aconteceu na Itália, na pequena cidade toscana de Scansano.

De acordo com informações da agência Reuters, o menino Giulio Giovanni, de 12 anos, anda cerca de 1,5 quilômetro, acompanhado de sua mãe, para procurar sinal de internet para estudar, já que o lugar onde mora não possui sinal de rede e nem linha telefônica. Diante desse problema, o menino precisa enfrentar um longo caminho para realizar as atividades escolares.

Durante o caminho, o menino é privilegiado com uma linda paisagem, pois o local é cercado de árvores e campos abertos.

"Prefiro estar na escola, porque ao menos lá estou entre amigos. Aqui só os vejo pela tela. Ao menos lá eu os veria em pessoa", comentou o menino.

Itália e pandemia

O surto da covid-19 está fazendo com que muitas pessoas mudem suas respectivas rotinas. Na Itália, muitos residentes estão tendo problemas para se adaptar às novas medidas de quarentena impostas pelas entidades governamentais.

A Itália, no começo da pandemia, foi o país que mais sofreu, onde chegou a registrar 900 mortes diárias. Já algumas semanas, os números vem diminuindo. Isso tem reflexo das medidas adotadas pelos governantes, onde alguns informam que esse período de quarentena é fundamental para que a covid-19 não avance pelo território, onde é fundamental a compreensão de todos os residentes.

A medida de isolamento social não tem previsão para acabar no país. De acordo com alguns especialistas, o avanço da covid-19 poderá se estender por mais alguns meses, tendo em vista que ainda não existem métodos eficazes para coibir o contágio da covid-19. No momento, apenas métodos de prevenção estão sendo realizados para evitar o contágio da doença.

De acordo com as últimas atualizações do Ministério da Saúde italiano, o país registrou cerca de 21.645 vítimas fatais e pouco mais de 165.155 casos confirmados.

Isolamento social

Assim como na Itália, outros países reforçam a importância do isolamento social nesse momento de proliferação da covid-19, já que ainda não tem medicamentos eficazes para coibir o contágio do vírus.

No Brasil, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) está indo contra as medidas de isolamento social e foi fotografado dias atrás passeando pelas ruas de Brasília. O chefe do Executivo também se posiciona contrário à paralisação das atividades profissionais.

Siga a página Coronavirus
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!