O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, preso na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba por corrupção e lavagem de dinheiro na ação penal do triplex de Guarujá, classificou o discurso do novo presidente Jair Bolsonaro como "vazio de conteúdo". Lula teria assistido à cerimônia de posse pela TV em sua cela.

Conforme informações do Jornal O Globo, Lula teve uma passagem de Ano Novo solitária na carceragem da Polícia Federal. Ele conseguia raramente algumas rápidas conversas com os agentes que são responsáveis pela sua cela.

Publicidade
Publicidade

No entanto, na quarta-feira (02), o líder do PT recebeu advogados e o ex-deputado Wadih Damous (PT-RJ). Em conversa com eles, Lula criticou o discurso do novo presidente. Para o petista, o PT deve tentar informar ao povo sobre a soberania nacional, o que seria, na visão de Lula, o ponto-chave para se fazer a oposição ao governo de Bolsonaro.

Um dos visitantes (uma fonte do Globo) disse que partiu dele saber o que Lula tinha achado do discurso da posse do capitão da reserva.

Publicidade

Para o petista, faltou Bolsonaro falar sobre as políticas sociais e econômicas, e classificou a fala dele como um "nada".

Bolsonaro citou na cerimônia de posse que iria livrar o Brasil do socialismo. Segundo um dos visitantes, essa ideia é algo que não está em jogo no momento.

No dia 14 de janeiro, o PT pretende se reunir para poder decidir os caminhos a tomar para se opor ao governo de Bolsonaro.

Mensagem para os militantes

O ex-presidente deixou uma mensagem de Ano Novo para os seus apoiadores e disse que chegou a hora deles serem resistência.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Jair Bolsonaro Lula

O petista falou que em hipótese nenhuma irá baixar a cabeça diante do governo de Bolsonaro.

Segundo Lula, eles podem prender pessoas mas jamais encarcerarão as ideias que mantém acesa dentro do partido. O site do PT foi quem divulgou a mensagem de Lula. Ela foi publicada algumas horas antes de Jair Bolsonaro tomar posse.

Um novo caminho

O petista desejou que 2019 seja o início de um novo caminho no Brasil, com mais empregos e menos fome. Entretanto, o líder do PT aproveitou para voltar ao assunto de que é vítima de perseguição política e que não cometeu nenhum crime para estar preso.

De acordo com ele, não foram mostradas nenhuma prova de sua participação em qualquer atitude ilícita.

Para terminar sua mensagem, Lula citou um trecho da música de Chico Buarque: "Amanhã vai ser outro dia". Para Lula, é preciso continuar a lutar e, se for o caso, recomeçar.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo