O discurso usado por Bolsonaro durante a cerimônia de posse presidencial, que aconteceu nesta segunda-feira (1°), fez a presidente do Partido dos Trabalhadores (PT), Gleisi Hoffamann, pronunciar-se. Após Bolsonaro subir a rampa e receber a faixa das mãos do ex-presidente Michel Temer (MDB), Bolsonaro disse em seu discurso, dentre outras declarações, que naquele momento começou um processo de libertação do socialismo.

Gleisi criticou a fala do presidente, dizendo que para um governo ter um bom começo é preciso que tenha projetos e planos e se o mesmo não possui é necessário que haja um inimigo para combatê-lo.

Segundo a petista, o PT não está intimidado com as declarações feitas por Bolsonaro e irá enfrentá-lo.

Para a deputada, disse que Bolsonaro demonstrou que não está na direção certa ao fazer está escolha, pois o país tem atualmente 15 milhões de pessoas sem boas perspectivas e que socialismo os ajudariam bastante.

A presidente planeja uma grande reunião com todos os líderes da sigla no Congresso, a cúpula da Fundação Perseu Abramo e também do instituto Lula no próximo dia 14 deste mês para uma discussão sobre forma de atuação do governo de Bolsonaro e que oposição é oposição. Nos bastidores, dirigentes de outros partidos que tem a mesma linha de pensamento de Bolsonaro disseram que o presidente errou ao não falar de empregos e outros problemas que o país enfrenta.

Posse de Bolsonaro aconteceu na última segunda-feira (1)

Jair Messias Bolsonaro (PSL) tomou posse do cargo de Presidente da República nesta última segunda-feira (1°). Ele saiu da Granja do Torto seguindo para a praça dos três poderes em Brasília. Ao chegar enfrente a catedral Bolsonaro fez o sinal da cruz e cumprimentou o padre João Firmino que lhe parabenizou e fez uma oração.

Devido ao ataque que sofreu o presidente estava meio receoso e não queria desfilar em um carro aberto, mas acabou decidindo por desfilar no Rolls-Royce conversível. Junto com ele estava a primeira-dama Michele Bolsonaro e um de seus filhos eleito vereador, Carlos Bolsonaro.

Bolsonaro demonstrou que estava bastante emocionado, pois ele começou a enxugar lágrimas que caiam de seus olhos durante o trajeto.

Depois Bolsonaro seguiu para o Plenário da Câmara onde assinou o termo de posse e fez um breve discurso logo depois seguiu para o Palácio do Planalto e o Itamaraty.

Primeira dama faz discurso em Libras

Em seu discurso a primeira dama usou Libras, pois queria fazer um discurso direto às pessoas surdas e mudas e outros tipos de deficiências. Michela Bolsonaro disse que irá olha para essas pessoas que estão esquecidas e que lutará para garantir os direitos destas pessoas.

Siga a página Jair Bolsonaro
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!