A queimada que está acontecendo na região da Amazônia, vem causando bastante polêmica nas redes sociais, onde, vários especialistas e celebridades, incluindo no meio político, acusam o Governo de omissão. O presidente, Jair Bolsonaro (PSL) já tinha acusado que as maiores suspeitas de terem começado o incêndio seriam ds ONGs (Organizações Não Governamentais) ambientalistas. Porém, nessa quinta-feira (22), Bolsonaro ao ser perguntado se há suspeita de ter fazendeiros envolvidos na queimada, o presidente disse que sim, mas reafirmou que a maior suspeita são das ONGs.

Segundo informou o "G1", os dados do Programa de Queimadas do Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais) apontam que a Amazônia concentra 52,5% dos focos das queimadas de 2019. Segundo o "G1", o número de queimadas houve um aumento de 82% em relação ao mesmo período desse ano, do mês de janeiro até o dia 18 de agosto. O "G1" mostrou ainda que vários especialistas e celebridades, incluindo no meio político, acusam o governo Bolsonaro de omissão.

O presidente criticou a cobertura da imprensa às declarações, disse que não defende queimadas e que apresentou uma suspeita, já que as ONGs perderam recursos que eram direcionados pelo governo.

Segundo Bolsonaro, ao ser perguntado por jornalistas, pode ser que há fazendeiros envolvidos, como todo mundo é suspeito, porém, disse que a maior suspeita é das ONGs. Vários jornalistas ainda perguntaram se Bolsonaro teria alguma prova sobre a suspeita que “ongueiros” teriam colocado fogo na mata ou algo escrito, o presidente respondeu que não há nenhuma prova disso.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Jair Bolsonaro Governo

Segundo Bolsonaro, ninguém escreve (nas redes sociais) dizendo que vai queimar a mata amazônica, explicou, que o que está acontecendo é um crime e tem que ser punido: "Não se tem prova disso, meu Deus do céu. Ninguém escreve isso, vou queimar lá, não existe isso. Se você não pegar em flagrante quem está queimando e buscar quem mandou fazer isso, que isso tá acontecendo, é um crime que está acontecendo".

Ambientalistas reagem

Nessa última quarta-feira (21), vários ambientalistas fizeram uma análise da fala do presidente sobre relacionar as queimadas que estão havendo, com as ONGs. “É uma declaração leviana, irresponsável, diversionista do presidente. Quem ele acha que está enganando?", disse o diretor de Justiça socioambiental da ONG WWF Brasil, Raul Valle.

Segundo o presidente do Proam (Instituto Brasileiro de Proteção Ambiental), Carlos Bocuhy, essa fala do presidente Bolsonaro é "irresponsável", porque essas organizações são defensoras do meio ambiente.

Segundo Bocahy, não há nenhum sentido em dizer que ONG coloca fogo na floresta, muito pelo contrário. Ele enfatiza, que essa fala de Bolsonaro é um absurdo.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo