De acordo com o "UOL", a defesa do ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva entrou com uma ação judicial contra a blogueira Alessandra Strutzel, a Mulher está sendo processada após publicar em sua conta do Facebook ofensas referindo-se ao neto do ex-presidente, Arthur Araújo Lula da Silva de sete anos, que faleceu no início de março, vítima de uma infecção generalizada.

Caso seja condenada, a mulher terá que desembolsar em torno de R$ 50.300,00 em indenização. A ação judicial está tramitando no Tribunal de Justiça de São Paulo, a defesa de Lula conseguiu reunir provas dos comentários que foram publicados por Alessandra na internet.

Os advogados de Lula também estão averiguando se o perfil usado para publicar as mensagens é falso ou não.

Sendo assim, o jurídico de Lula, também solicitou que os IP's para acessar a conta de usuário da blogueira no Facebook sejam analisados. No dia em que foi noticiada a morte do neto de Lula, em uma das postagens, Alessandra escreveu a seguinte declaração: "Pelo menos uma boa notícia", a postagem é seguida por emojis entre outros caracteres.

Em outra mensagem que foi publicada no dia 2 de março, a mulher postou o seguinte: "Se nem triste ele está, por que eu estaria?".

Na época, Alessandra publicou no Facebook uma foto de Lula sorrindo. Após se notificado da morte do neto, o ex- presidente obteve na Justiça autorização para deixar a carceragem da Polícia Federal de Curitiba para acompanhar o velório e enterro do neto que foi realizado na cidade de São Paulo.

Durante o mês de maio, os advogados de Lula solicitaram ao Facebook informações sobre o perfil de Alessandra.

A defesa do ex-presidente, também pediu para que a mulher publique em seu perfil uma retratação que deverá ficar exposta pelo período de 30 dias.

Durante o mês de junho, o juiz Fernando de Oliveira Ladeira, responsável pelo caso, por meio de uma ordem judicial, determinou que o Facebook fornecesse dados sobre o perfil de Strutzel. O pedido para retirada dos links, que também foi solicitado pela defesa não teve efeito, pois, a retirada havia sido feito antes do início da liminar.

Mulher faz campanha para arrecadar recursos

A reportagem do UOL também cita que a blogueira Alessandra Strutzel está fazendo campanha pelas redes sociais com o objetivo de arrecadar recursos para indenizar Lula. Em seu perfil no Facebook, a mulher postou o seguinte título. "Ajude na Indenização de Lula". No total falta arrecadar o montante de R$ 50 mil, entretanto, ainda não foi marcada uma data para o julgamento.

O portal UOL também tentou entrar em contato com a blogueira, mas não obteve respostas. Em entrevista ao UOL, a defesa de Lula afirma que está tentando descobrir informações que possam levar ao dono do perfil que foi supostamente usado por Alessandra.

O jurídico do ex-presidente também explicou que os dados enviados pelo Facebook estão sendo analisados com cautela.

Siga a página Lava Jato
Seguir
Siga a página Lula
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!