O presidente Jair Bolsonaro usou os meios de comunicação, no final da noite desta terça-feira (24), para dizer que o país precisa voltar à normalidade, mesmo com o surto do novo coronavírus.

Segundo palavras ditas pelo próprio presidente, não há necessidade em fechar escolas ou comércios em todo o país por conta de uma simples "gripezinha ou resfriadinho".

"Espalharam exatamente a sensação de pavor, tendo como carro-chefe o anúncio do grande número de vítimas na Itália. Um país com grande número de idosos e com um clima totalmente diferente do nosso.

O cenário perfeito, potencializado pela mídia, para que uma verdadeira histeria se espalhasse pelo nosso país", disse Bolsonaro.

Brasil

Assim como outros países, o Brasil também está tomando medidas para conter a proliferação da doença. Mesmo com tanta preocupação, o Brasil está longe de um país em estado de emergência, tendo a Itália como exemplo, onde mais de 600 mortes estão sendo registradas diariamente. Até o presente momento, foram confirmadas 46 mortes no Brasil, a maioria nos estados de São Paulo e Rio de Janeiro.

Não perca a nossa página no Facebook!