Durante entrevista, Jair Bolsonaro acabou sendo irônico ao responder uma pergunta vindo de um jornalista. Questionado se mostraria o resultado de seus testes para coronavírus, ele disse: "Por quê? Você dorme comigo? Eu bem, cara. Tô tranquilo. Nunca tive problema, não”, respondeu, dizendo ainda que sua palavra “vale mais que um pedaço de papel”.

Em poucos minutos, diversas pessoas compartilharam a declaração do presidente.

Jair Bolsonaro e covid-19

Opresidente usou rede nacional de rádio e televisão para se comunicar com a população brasileira sobre a covid-19.

Durante a transmissão, Bolsonaro questionou se a quarentena em todo o país era necessária.

Jair Bolsonaro também argumentou que as atividades no país deveriam voltar a funcionar. Segundo ele, o país não tem verba suficiente para suprir as necessidades de todos. O presidente informou que o Brasil precisa voltar a produzir. Com isso, ele acabou sendo bastante criticado nas redes sociais.

Muitos internautas questionaram a postura do presidente, informando que não há condições mínimas para retornarem aos trabalhos, já que a proliferação do coronavírus ainda está presente. O próprio Ministério da Saúde informou que esse não é o momento para retornar às atividades profissionais. O governo Bolsonaro continua a fazer propagandas online para que o país volte a produzir.

Jair Bolsonaro e suspeitas

No início do mês de março, Jair Bolsonaro estava com suspeitas de ter contraído o novo coronavírus. Ele chegou a realizar alguns exames, mas os diagnósticos apontaram como negativo a contaminação do vírus. Após a saída de notícias envolvendo o presidente com suspeitas do vírus, Donald Trump, presidente dos Estados Unidos, também fez exames, pois teve contato direto com Bolsonaro durante uma reuniam.

Medidas de Bolsonaro contra o vírus

Desde o primeiro caso de coronavírus no país, o governo Bolsonaro tomou algumas medidas de conscientização para amenizar os casos de contágios. Atualmente, o país registrou 77 mortes, concentradas, principalmente, nos estados de São Paulo e Rio de Janeiro.

A cada hora, milhares de exames são feitos no países sobre o coronavírus.

De acordo com o Ministério da Saúde, esse não é o momento para entrar em pânico, já que o Brasil é um dos países que sofrerem menos com a proliferação do coronavírus.

Siga a página Coronavirus
Seguir
Siga a página Jair Bolsonaro
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!