Na manhã desta segunda-feira (27), o atual presidente da república, Jair Messias Bolsonaro (sem partido), concedeu uma entrevista coletiva na saída do Palácio da Alvorada, onde respondeu algumas perguntas de jornalistas e argumentou sobre novas decisões que irá tomar ao decorrer da semana.

O presidente também informou que havia terminado uma reunião com Paulo Guedes, que é o atual ministro da economia. Referente a isso, Bolsonaro informou que o "homem que decide a economia do país" é Paulo Guedes.

"Acabei mais uma reunião aqui tratando de economia. E o homem que decide a economia no Brasil chama-se Paulo Guedes.

Ele nos dá o norte, nos dá recomendações e o que nós realmente devemos seguir”, disse Bolsonaro aos jornalistas que o esperavam. Em decorrência da proliferação do novo coronavírus, o presidente informou que isso poderá gerar prejuízos para a economia brasileira.

Atuais problemas

Recentemente, o atual chefe do executivo vem enfrentando muitos problemas em razão da saída de alguns parlamentares do seu atual governo e também a respeito da pandemia do novo coronavírus. Doença essa que já vitimou mais de 4 mil brasileiros durante esses dias de quarentena.

Com isso, Bolsonaro vem sendo hostilizado nas redes sociais e também por alguns veículos de impressa brasileiros e internacionais. Pelas mídias digitais, muitas pessoas não estão sendo favoráveis à atuação de Bolsonaro nessas últimas semanas, tendo em vista que ele demitiu Luiz Henrique Mandetta do cargo de ministro da Saúde, exonerou o diretor-chefe da Polícia Federal e também teve que lidar com a saída de Sérgio Moro, que ocupava o cargo no Governo de ministro da Justiça e Segurança.

Referente a esses e outros demais problemas, Bolsonaro tem se posicionado pelas suas próprias redes sociais. Em sua última Live, o parlamentar informou que problemas são normais no governo. Para quê isso não afete os brasileiros, o chefe do executivo declarou que substituições de alguns parlamentares poderão ser feitas durante seu mandato como presidente da república.

Filhos do presidente

Além de Jair Bolsonaro, seus filhos também estão sendo alvos de críticas nas redes sociais. Recentemente, a Polícia Federal informou que Carlos Bolsonaro, que ocupa o cargo de vereador no estado do Rio de Janeiro, seria uma das pessoas a divulgarem notícias duvidosas nas redes sociais para atacar pessoas da oposição.

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) também teve seu nome vinculado em alguns problemas relacionados à fake news. Recentemente, a também deputada federal Joice Hasselmann (PSL) informou que iria processar Eduardo pelo crime de calúnia, tendo em vista que que ele propagou notícias falsas a respeito de seu atual companheiro.

Siga a página Jair Bolsonaro
Seguir
Siga a página Governo
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!