Após descumprir novamente as recomendações do Ministério da Saúde, o chefe do Executivo, Jair Bolsonaro (sem partido), participou de um movimento realizado pelos próprios apoiadores do Governo. Cercado de militares, o presidente subiu em um carro branco para argumentar algumas coisas para a população que ali estava.

Bolsonaro informou que esse período de pandemia do novo coronavírus está sendo um problema grandioso para o Brasil, tendo em vista que muitos comércios e lojas fecharam até que o vírus seja controlado. O parlamentar pediu a colaboração de toda população brasileira. "Não queremos negociar nada", argumentou Bolsonaro a respeito de alguns parlamentares que tentaram opinar sobre quais caminhos ele deveria seguir para coibir o contágio do vírus no país.

"Todos no Brasil têm que entender que estão submissos à vontade do povo brasileiro", disse ele, antes de começar a tossir bastante. "Chega da velha política". Durante todo o pronunciamento, apoiadores que ali estavam aplaudiram as falas proferidas pelo parlamentar. O discurso também foi transmitido em uma live nas redes sociais do próprio presidente.

Enquanto muitos apoiadores se posicionavam a favor do presidente, pelas redes sociais internautas se posicionavam contra. O caso ainda é de bastante repercussão nas redes sociais, onde divide a opinião de muitos os leitores. Até o fechamento dessa matéria, nenhuma informação adicional foi apresentada sobre o respectivo caso.

Movimento

Neste domingo (19), muitos brasileiros descumpriram o isolamento social e foram para as ruas apoiar Bolsonaro.

Carreatas de veículos também foram registradas por alguns estados do país, onde muitas pessoas buzinavam e gritavam durante o movimento. Em Fortaleza, três pessoas que participavam do movimento acabaram sendo detidas e conduzidas para a delegacia, tendo em vista do descumprimento da quarentena imposta por algumas autoridades governamentais.

Entre os detidos está uma mulher apontada como organizadora da carreata.

As três pessoas, dois homens, de 26 e 67 anos, e a mulher, de 32 anos, assinaram um termo circunstanciado de ocorrência e foram liberados logo em seguida.

Brasil

Comparando com os países da América Latina, o Brasil é um dos países mais afetados com o surto do novo coronavírus. De acordo com informações cedidas pela Organização Mundial da Saúde (OMS), o país registrou 2.462 mortes nesse período de quarentena e 38.654 casos confirmados.

Mesmo o país estando em quarentena, muitas mortes continuam sendo registradas ao longo dos dias. Rio de Janeiro e São Paulo são os estados mais afetados com o surgimento do vírus.

Siga a página Jair Bolsonaro
Seguir
Siga a página Política
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!